PUBLICIDADE
Topo

Após 17 anos de sua morte, Sabotage tem websérie comentada pelos filhos

Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

Colunista do UOL

23/01/2020 13h57

A arte do inquieto Sabotage (1973-2003) segue rendendo 17 anos depois de sua morte completados amanhã. O projeto #SabotageVive chega ao canal oficial do artista no Youtube em oito episódios com detalhes exclusivos e memórias dos filhos Tamires e Sabotinha.

A partir de amanhã, todas terças e sextas-feiras, um novo episódio estará disponível. Entre o material há depoimento de Chorão do Charlie Brown Jr sobre a morte do Maestro Canão e um manuscrito feito em parceria pelos dois.

A coluna mostra com exclusividade o primeiro episódio com a música "Respeito É Pra Quem Tem", música do álbum "Rap é Compromisso", de 2000, que projetou Sabota para todo o Brasil.

As outras faixas que fazem parte do projeto são "Rap é Compromisso", "Mun Rá" , "Cocaína" , "Cigarro Mata" , "Um Bom Lugar" e "Enxame" .

Os conteúdos extras estarão disponíveis no dia 14 de fevereiro e o lançamento completo do DVD "Sabotage - Ao Vivo" está marcado para o dia 25.

Entretenimento