PUBLICIDADE
Topo

Sem gravar há 10 anos, Luiz Ayrão reúne Monarco, Alcione e Pagodinho em EP

Luiz Ayrão está de volta com "Um Samba de Respeito" - Divulgação
Luiz Ayrão está de volta com "Um Samba de Respeito" Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

01/04/2019 17h06

Após uma década fora do mercado fonográfico, Luiz Ayrão, compositor de sucessos como, "Bola Dividida" , "Ciúme de Você" e "Nossa Canção", as duas últimas eternizadas na voz de Roberto Carlos, vai lançar no final de abril o EP "Um Samba de Respeito", pela Universal Music.

O álbum reúne somente sambas autorais e inéditos em comemoração aos seus 50 anos de carreira.

Luiz Ayrão contou com um time de primeira para acompanhá-lo neste trabalho. Alcione e Diogo Nogueira cantam na faixa "Um Samba Merece Respeito". Zeca Pagodinho e Zeca Baleiro em "Tentação de Malandro".

Péricles divide os vocais com Ayrão na faixa "Oxitocina". Xande de Pilares interpreta "No Cravo e na Ferradura", Demônios da Garoa participa no samba "Fina Ironia", Toninho Geraes em "Pétalas de Rosa" e Monarco presenteia o amigo com a única faixa não autoral, "Pobre Passarinho".

Entretenimento