PUBLICIDADE
Topo

Karol Conka mostra sua "fragilidade" no clipe de "Saudade"; veja em 1ª mão

Cena do videoclipe "Saudade", de Karol Conka - Reprodução
Cena do videoclipe "Saudade", de Karol Conka Imagem: Reprodução
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

07/02/2019 10h00

"Para mim foi um alívio esse trabalho. Me permitiu ser vulnerável e sentir saudades", diz Karol Conka sobre o filme da balada "Saudade", que a coluna mostra com exclusividade.

A faixa estará disponível no canal oficial da cantora no YouTube a partir do meio-dia desta quinta (7) e começa tocar nas rádios do país no próximo dia 17. 

Gravado na Represa de Guarapiranga, em São Paulo, o clipe apresenta um conceito diferente dos já produzidos pela rapper curitibana.

A direção tem assinatura de Fred Ouro Preto, que já trabalhou com Anitta, Emicida, Di Ferrero e outros nomes da música. "Quando escrevi essa música, a estética do vídeo já veio à minha mente. Pensei no Fred Ouro Preto para dirigir e ele fez exatamente o que eu tinha imaginado", conta.

"Saudade" é uma das 10 faixas que compõem o mais recente álbum da cantora, "Ambulante", lançado no final do ano passado pela Sony Music, com produção de Boss in Drama. 

Veja abaixo a letra:
Saudade: Karol Conká e Boss in Drama

Vi você passar
Seu jeito de andar
Você nem me olhou e eu a esperar
Você passou, sumiu num calor
Confesso que dentro do peito apertou

E eu que sempre achei que nosso lance ia durar
E eu que sempre quis fazer durar

Saudade de nós em baixo dos lençóis
Que delícia nós
Vejo que não tem nós
Só queria mais
Não da pra voltar atrás
E eu já não fico em paz

Saudade dói
Saudade dói
E eu a esperar
E eu a esperar

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL