PUBLICIDADE
Topo

Vanessa da Mata regrava Lulu Santos e promete música nova a cada 45 dias

Vanessa da Mata faz versão de música de Lulu Santos - Divulgação
Vanessa da Mata faz versão de música de Lulu Santos Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

22/11/2018 19h08

Com 16 anos de carreira, Vanessa da Mata está preparando seu primeiro projeto independente. A cantora soltará uma sequência de singles a cada 45 dias.

A releitura de "Apenas Mais uma de Amor", de Lulu Santos, dará pontapé inicial aos lançamentos. A versão estará disponível nas plataformas digitais a partir desta sexta (23), às 11h. A novidade chega acompanhada de um videoclipe, gravado nas ruas de Nova York.

"Gosto de ter conduzido esse trabalho desde o início, produzindo e cantando e chegado ao fim me orgulhando dele. Uma música grande dessas, em vários sentidos, não poderia seguir caminho menor. Ela é para continuar dialogando e se ter orgulho", conta Vanessa sobre sua versão de "Apenas Mais uma de Amor", lançada pelo selo Altafonte.

Na nova empreitada, Vanessa sempre terá uma nova faixa, inédita ou releitura. O próximo lançamento está marcado para o início de janeiro de 2019, e será uma composição inédita.

"Apenas Mais uma de Amor", faixa de 1992, tem produção musical de Vanessa da Mata e foi gravada nos estúdios cariocas Rockit e Toca do Bandido. Maurício Pacheco (violão), Swami Jr (violão de sete cordas) e Rodrigo Tavares (teclados, sintetizador e percussão) participaram do registro.

"Gosto dos vocais. O caminho novidadeiro deles, junto dos teclados e sintetizadores, deixaram a música leve, com outro jeito de contar a mesma história. Gosto da poder dançá-la ao final de uma tarde. Combina com um pôr do sol e um ambiente leve", diz a cantora.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL