Topo

Coluna

Adriana de Barros

Parceiro de Marisa Orth na Vexame, Fernando Salem inova e lança e-Disc

Divulgação
Fernando Salem lança trabalha no formato eDisc Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Adriana trabalha no UOL desde 2000, passou pelas rádios Mix FM, 97Rock e pela gravadora Sony Music.

12/09/2018 16h37

O compositor, intérprete e produtor musical Fernando Salem lança "Eu Segundo Eu" no formato de eDisc, um book com imagens, letras, informações e relatos, que o usuário chega às plataformas digitais por meio de um QR code. O trabalho também ficará disponível em vídeo. A primeira faixa será lançada nesta sexta (14). 

Gravado em abril, na Sala Olido, em São Paulo, o show tem as participações de Marisa Orth, Arnaldo Antunes, André Abujamra, com performances ao vivo, além das presenças virtuais de Caetano Veloso, Paulo Miklos e Arnaldo Antunes.

O repertório do álbum resgata as aventuras musicais de Salem, desde a antiga parceria com Arnaldo Antunes e Paulo Miklos, passando pelas composições infantis para os programas "Castelo Rá Tim Bum" e "Cocoricó". A Banda Vexame com Marisa Orth e André Abujamra, trilhas de novelas, canções do álbum "Rugas na Pele do Samba" e do show "Creme na Pele do Samba" também estão no trabalho.

O show de lançamento está marcado para 4 de outubro, às 21h, no Teatro Folha.



Faixa a faixa de "Eu Segundo Eu"

O PORTÃO (Roberto & Erasmo): Com o clássico de Roberto e Erasmo, Salem abre o show numa retro-viagem à sua infância, quando morava ao lado da TV Tupi e via seus ídolos da música na padoca ao lado da emissora.

EU PRECISO APRENDER A SÓ SER (Gilberto Gil): A canção inspira Salem a mergulhar nos tempos de Colégio Equipe. Com 16 anos, assistente do Serginho Groisman na produção dos shows, ficou só com Gil em uma sala de aula, que fazia as vezes de camarim. Ali, se emocionou quando Gil o surpreendeu e cantou a canção.

RUGAS NA PELE DO SAMBA (Fernando Salem) - Participação Especial de Caetano Veloso: Canção composta por Salem para homenagear o blog Obra em Progresso, comandado por Caetano e Hermano Vianna. Caetano incluiu a música no show zii e zie e a gravou no CD homônimo de Salem.

E O MUNDO NÃO SE ACABOU  (Assis Valente): Em 1938, Orson Welles com “A Guerra dos Mundos” via rádio deixou os americanos em pânico. Meses depois, Carmen Miranda lançava E o Mundo Não se Acabou de Assis Valente. Coincidência? Talvez. Essa é a canção que Salem escolheu pra revelar a sua paixão pela relação entre a música e as imagens, o cinema e suas trilhas sonoras.

GARÇOM (Reginaldo Rossi) - Participação Especial de Carneiro Sândalo: Clássico de Reginaldo Rossi, celebra a experiência de 30 anos com a Banda VEXAME.

TRAUMA (Fernando Salem) - Participação Especial de Maria Orth: Nos enviamos aos anos 80, quando Salem e sua banda Clínica estouravam a canção Trauma e Marisa Orth e sua banda Luni arrebentavam com The Best. Salem e Marisa fundaram o Vexame. E agora cantam o ex-funk Trauma com uma levada de sofrência.

EU VOU TIRAR VOCÊ DESSE LUGAR (Odair José) - Participação Especial de Paulo Miklos: É a vez do velho parceiro Paulo Miklos, invadir o show por  Skype, desafiando Salem a cantarem o clássico de Odair José via web.

A ÚLTIMA (Fernando Salem) - Participação Especial de Marcos Bowie: Rap do cd Rugas Na Pele do Samba composto com dezenas de versos de sambas antigos que, misturados, ganham novos sentidos. Marcos Bowie faz uma emocionante participação vocal.

ME LOVE ME (Emerson Leal e Fernando Salem) - Participação Especial de Emerson Leal: Salem agora mostra seu novo parceiro, o compositor, cantor e violonista baiano, Emerson Leal. Juntos cantam uma parceria já gravada por Leal e Verônica Ferriani.

VAI QUE DÁ CERTO (Emerson Leal): Aqui Salem reinventa, de forma divertida, a canção do parceiro que fez sucesso com Ana Carolina.

CREME NA PELE DO SAMBA (Fernando Salem): Inspirada num groove da banda Psirico, a canção inicia com a benção do mestre Antônio Abujamra no telão. André Abujamra (baixo), Carneiro Sândalo (bateria), Bowie (vocal) e Emerson Leal (guitarra) acompanham Salem na canção-filme.

ÁRVORE (Fernando Salem e André Abujamra) - Participação Especial André Abujamra: Canção de Salem e Abu, gravada no álbum DISCO-FERNANDO SALEM 2002, celebra a parceria que passou pelo Vexame, Castelo Rá Tim Bum e Karnak

ODALISCA (Arnaldo Antunes e Fernando Salem) - Participação Especial de Arnaldo Antunes: Samba de Arnaldo e Salem, pré-Titãs, composto em 1981. Arqueologia pura com imagens dirigidas por Tadeu Jungle.

DIAS MELHORES VIRÃO (Fernando Salem e Arnaldo Antunes) - Participação Especial de Arnaldo Antunes: Canção composta nas vésperas da gravação do DVD celebra a alegria de uma parceria que atravessa o tempo, mesmo que eles sejam difíceis.

LÍNGUA MOLE (Fernando Salem): Canção dançante composta no ritmo kuduro celebra a potência da língua portuguesa e seu sincretismo com a cultura africana.

SAMBA DIFERENTE (Fernando Salem): Samba-Rap-Manifesto que abre o CD Rugas Na Pele do Samba. No telão, em sincronia, assistimos ao clipe da canção premiado como Melhor Clipe e Melhor Performace Videoclipe no Festival de Curtas de Santos.

GALO COCOROCÓ (versão de Arnaldo Antunes para country folclórico americano) - Participação Especial de Arnaldo Antunes

NÓS, OS CARECAS (Arlindo Marques Júnior e Roberto Roberti): Clássica marcha de carnaval celebra o encontro de todos os convidados.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!