Topo

Coluna

Adriana de Barros

Sucesso e queda de Asa Branca serão mostrados em doc; veja trailer

Adriana de Barros

Adriana trabalha no UOL desde 2000, passou pelas rádios Mix FM, 97Rock e pela gravadora Sony Music.

21/08/2018 12h03

"Whisky vem no copo, burro vem no morão, dinheiro e mulher bonita é a nossa perdição"... A vida de Asa Branca, o maior locutor de rodeios da história, será mostrada no documentário "Asa Branca, a última lenda dos rodeios", da Kurundu Fillmes. Mesma produtora responsável por obras como "Sem Dentes: Banguela Records e a Turma de 94" e "Você Não Sabe Quem Eu Sou” sobre a trajetória do cantor Nasi, da banda de rock Ira!.

O filme mostra a ascensão e queda do profissional que revolucionou a narração dos espetáculos do gênero e virou uma das maiores celebridades do Brasil na década de 90, mas perdeu fortuna e saúde em decorrência de abuso de drogas e álcool.

Uma das marcas registradas do locutor era descer de helicóptero no meio da arena lotada. No auge da fama, ele embolsava cerca de 300 mil reais por mês em cachês, fazia pontas em novelas da Globo e namorava estrelas que apareciam nas capas da revista Playboy.

Nos últimos anos, luta contra problemas como Aids e um câncer na garganta. O filme de 1h35 de duração, que conta a saga desse herói brasileiro, será exibido pela primeira vez durante a festa do Peão de Barretos em duas sessões agendadas para o próximo domingo (26).

A primeira está reservada para convidados e imprensa no Centerplex do North Shopping Barretos, a partir das 11h. Às 15h30, os frequentadores do Parque do Peão poderão conferir a obra em um telão no palco Culturando. Os eventos contam o apoio do clube Os Independentes.

A música-tema do longa é inédita e foi composta por Renato Teixeira e gravada no estúdio Nacena, de João Marcello Bôscoli, com participação de Sérgio Reis e do próprio Asa Branca e pode ser ouvida com exclusividade logo abaixo.

Na fase de produção, a equipe responsável pelo documentário acompanhou a rotina de Asa Branca durante dois anos e recolheu depoimentos de cerca de 50 pessoas, incluindo os de personalidades de várias áreas.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o tricampeão mundial de rodeios Adriano Moraes, o empresário Henrique Prata, o ex-jogador Luisão, a modelo Núbia Oliver e a ex-chacrete Rita Cadillac fazem parte da lista de entrevistados, assim como os cantores das principais duplas sertanejas do país: Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo e Zezé de Camargo e Luciano.

Depois de exibição em Barretos, o filme participará de festivais de documentários no Brasil nos próximos meses. Em 2019, será levado para o circuito comercial de cinema e, na sequência, ficará disponível em canal de TV fechado e serviços de streaming.