PUBLICIDADE
Topo

Minas no Front reúne bandas para reforçar a importância da mulher no palco

Minas no Front traz as bandas Dominatrix, Cora, Miêta, Rakta, Ema Stoned e My Magical Glowing Lens no Sesc Pompeia - Theodora Charbel
Minas no Front traz as bandas Dominatrix, Cora, Miêta, Rakta, Ema Stoned e My Magical Glowing Lens no Sesc Pompeia
Imagem: Theodora Charbel
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

20/06/2018 00h15

Com o objetivo de fortalecer o protagonismo feminino no palco, o Sesc Pompeia promove entre quinta (21) e sábado (23) o projeto Minas no Front.

Nos três dias de evento, duas bandas e uma DJ estarão na programação. A abertura ficará a cargo das bandas do hardcore feminista da Dominatrix e do rock alternativo de Cora. No dia seguinte é a vez do som da Miêta e do power trio Rakta exibir todo seu pós-punk. O evento termina no sábado, quando sobem ao palco Ema Stoned e My Magical Glowing Lens.

Dominatrix sobe ao palco para comemorar os 20 anos do primeiro disco “Girl Gathering”. As meninas têm três álbuns de estúdio e músicas incluídas em coletâneas e demos, lançados sempre de forma independente, no Brasil e no exterior.

A banda paraense Cora apresenta seu setlist composto de músicas, como “Ada”, e do mais recente álbum, "El Rapto". Suas influências trazem elementos do rock alternativo e do dream pop. A discotecagem da noite será de Camila Mazzini.

De Minas Gerais, Miêta mostrará faixas do álbum “Dive”. A banda é um dos expoentes da cena belo horizontina de rock e já tocou em diversas cidades e festivais ao redor do país. Já Rakta, formada por três garotas de São Paulo, mistura pós punk, psicodelia, experimentalismo e kraut rock. Amanda Buttler fará a discotecagem.

A banda paulistana Ema Stoned é formada pelo trio de mulheres, que são influenciadas pelo experimental, jazz, noise e psicodelia. Esse mix pode ser visto no disco “Gema”. O show tem canções já conhecidas do público e a faixa “Proxima B”, prévia do próximo registro de inéditas. 

My Magical Glowing Lens é o projeto da multi-instrumentista Gabriela Deptulski, que tem experimentado a música a partir de sons analógicos e eletrônicos. A discotecagem da última noite do projeto é Lu Riot.

Serviço
Minas no Front
Quando: Dias 21, 22 e 23 de junho de 2018 - de quinta a sábado, às 21h30
Dia 21: Dominatrix + Cora.
Dia 22: Miêta + Rakta.
Dia 23: Ema Stoned + My Magical Glowing Lens.
Onde: Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Inf: www.sescsp.org.br/pompeia

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL