PUBLICIDADE
Topo

Emicida rima pela 1ª vez em espanhol em "Hacia El Amor" com o duo Ibeyi

Emicida e Ibeyi lançam "Hacia El Amor" - Fióti
Emicida e Ibeyi lançam "Hacia El Amor" Imagem: Fióti
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

08/06/2018 07h00

Que som pode sair quando um rapper da zona norte de São Paulo cruza o caminho de duas irmãs franco-cubanas?

A música "Hacia El Amor" é o resultado desse encontro que aconteceu entre Emicida e o duo Ibeyiformado por Lisa-Kaindé e Naomi  Díaz, de 23 anos. A parceria rolou enquanto elas excursionavam no Brasil divulgando o álbum "Ash".

O duo Ibeyi, que em ioruba significa gêmeas, se juntou a Emicida nos dias 30 e 31 de janeiro, para gravar nos estúdios do Lab Fantasma, em São Paulo, a faixa cantada em inglês e português.

Nela, Emicida também solta versos em espanhol, como "Invisible a los problemas, mi poemas son el puente. Libre, cuerpo, mente" para exaltar o amor e igualdade.

A letra foi co-escrita pelo rapper, Ibeyi, pelo produtor Márcio Arantes e por Maya Dagnino, mãe das meninas. A partir desta sexta (8), a faixa estará disponível em todas as plataformas digitais.

O videoclipe, que a coluna mostra em primeira mão, foi rodado em Paris na casa da dupla. Dirigido por Christian Beuchet e produzido por Zineb (We can do Stuff), mostra os artistas num galpão coberto de pichações e repleto de pessoas, dançando e celebrando o amor.

As Ibeyi foram apresentadas ao trabalho de Emicida por um amigo brasileiro. "Às vezes você conhece um artista e não sabe como ou por quê, mas imediatamente se torna parte de sua família criativa", explica Lisa-Kaindé.

Já Naomi, que é conhecida por incorporar elementos e batidas do hip hop na sua música, vai além: "Nós amamos o hip hop, então eu sempre quis trabalhar com rappers e quando ouvimos a música de Emicida, sabíamos que ele seria um grande colaborador do Ibeyi”, conta.

Filhas de Miguel "Anga" Díaz (1961-2006), ex-membro do lendário grupo cubano Buena Vista Social Club, a dupla tem dois álbuns lançados com sua mistura de música eletrônica contemporânea com pop, hip hop e ritmos afro-latinos, influenciadas pelos sons tradicionais do Yorùbá.

Em 2016, fizeram uma aparição no vídeo de Beyoncé para Lemonade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL