Topo

Coluna

Adriana de Barros

Érika Januza e Isabel Fillardis disputam para viver D. Ivone Lara no teatro

Raquel Cunha/Globo
Erika Januza é uma das atrizes que pode viver Dona Ivone Lara no teatro Imagem: Raquel Cunha/Globo
Adriana de Barros

Adriana trabalha no UOL desde 2000, passou pelas rádios Mix FM, 97Rock e pela gravadora Sony Music.

17/05/2018 18h49

A sambista Dona Ivone Lara, que morreu em abril aos 97 anos, continua recebendo homenagens. Em setembro estreia o espetáculo "Dona Ivone Lara – Um sorriso negro, o musical" no Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro, e em março do ano que vem desembarca em São Paulo.

Nos próximos dias 29 e 30 de maio e 1 e 2 de junho acontecerá o processo seletivo de atores e bailarinos negros entre 16 e 60 anos, anônimos e conhecidos, selecionados a partir das mais de 3.500 inscrições. Entre os famosos há nomes como Érika  Januza, Isabel Fillardis, Dandara Mariano, Silvetty  Montilla, Adriana Lessa, Maria Ceiça e Grazzi Brasil. A audição com os VIPs acontecerá em sessão fechada no dia 30 no Itaú Cultural, em São Paulo.

O espetáculo é idealizado por Jô Santana, que foi responsável por "Cartola, O Mundo é um Moinho". O texto e a direção estão nas mãos de Elísio Lopes Jr., enquanto a direção musical de Rildo Hora, acompanhado de Jarbas Bitencourt e Guilherme Terra, maestro do musical. Também compõem a equipe criativa o coreógrafo Zebrinha e Desirée Reis, responsável pela pesquisa sobre a homenageada.

Nascida em 1921, Dona Ivone foi aluna de Lucília Villa-Lobos, mulher do maestro Villa-Lobos. Suas canções foram interpretadas por grandes nomes da MPB, de Clara Nunes, Maria Bethânia, Caetano Veloso a Paulinho da Viola e Marisa Monte.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!