PUBLICIDADE
Topo

Trio colombiano Bulldozer vem ao Brasil pela primeira vez

Trio colombiano Bulldozer faz show em São Paulo  - Divulgação
Trio colombiano Bulldozer faz show em São Paulo Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

19/01/2018 12h05

Com influências de Parliament Funkadelic, Nine Inch Nails, James Brown e Nirvana, o trio colombiano Bulldozer pisa em terras brasileiras pela primeira vez para um show no dia 9 de fevereiro, no Sesc Belenzinho, em São Paulo.

Com beats eletrônicos, a banda constrói melodias que vão da cumbia ao pop, do soukuos ao funk, da salsa ao rock. Para a apresentação, eles recebem como convidado Lucas Estrela, artista de Belém do Pará, que transmite suas vivências amazônicas em música instrumental, munido de guitarrada, carimbó e tecnobrega. Ximbinha, ex-Calypso, também dividirá o palco com os colombianos.

Formado em 2012, em Bogotá, o Bulldozer é formado por Fabián Morales (guitarra, voz, beats e synths), Adela Espitia (voz e percussão) e Sandro Londoño (bateria e voz).

Em 2016, lançaram o EP "Bailador Canibal". No mesmo ano, o Bulldozer figurou no disco African Fabrics, do produtor e DJ alemão Daniel Haaksman – mentor do selo Man Recordings e grande responsável por promover a música dos guetos dos quatro cantos do mundo.

As faixas "Sábado" e "Querido" levaram o trio aos mais atentos ouvidos em Berlim e na Europa. Sua faixa mais recente é "Bitácora".

Serviço
Bulldozer
Quando: 9 de fevereiro, às 21h30
Onde: Sesc Belenzinho - Rua Padre Adelino, 1000 - Belenzinho (próximo ao metrô Belém) - São Paulo - SP
Inf: https://www.sescsp.org.br
 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL