PUBLICIDADE
Topo

Headbanger do bem: Noturnall realiza sonho de ajudar crianças com câncer

Banda Noturnall lança "Heart As One" com renda revertida 100% ao Graacc - Divulgação
Banda Noturnall lança "Heart As One" com renda revertida 100% ao Graacc Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

14/10/2017 13h36

Vocalista da banda Noturnall, Thiago Bianchi, finalmente conseguiu realizar o sonho antigo em auxiliar pessoas que enfrentam enfermidades, principalmente crianças que tratam o câncer. A faixa "Hearts As One" foi gravada exclusivamente para arrecadar fundos para o Graac (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer).

A música está no álbum "9", lançado recentemente, e terá 100% da renda revertida à instituição.

Tudo começou quando o cantor, aos 23 anos, foi diagnosticado com tumores no mediastino e os médicos lhe deram poucos anos de vida. Hoje, aos 37 anos, Bianchi leva uma vida normal, mas as imagens das crianças que passaram pelo mesmo processo jamais saíram de sua cabeça. "Eu dizia que se sobrevivesse, passaria ajudar as pessoas doentes", conta.

O desejo teve que ser adiado porque Thiago não se sentia confortável para levar a ideia às bandas anteriores que passou.

Há um ano, no entanto, Bianchi enfrentou mais uma experiência que reforçou a vontade de ajudar quem precisa. O músico ficou internado para tratar uma pancreatite pelo uso excessivo de álcool, e durante o processo, conheceu a enfermeira Camila Regina, que era sua fã. "Sempre que ela [Camila] ia ao meu quarto me contava a história do filho de nove anos que tinha câncer. Aquilo me tocou, a partir daí rolou uma ligação e me senti motivado em ajudar de alguma maneira", explica.

A primeira atitude do headbanger ao deixar o hospital foi a compor a música com Fernando Quesada (baixo) e Junior Carelli (teclados). Para o videoclipe, a banda optou por contar a história real de Camila. A rotina da enfermeira cuidando do filho Bruno é mostrada nos seis minutos do vídeo.

E o que aconteceu com garotinho? Basta assistir até o final para ter a resposta.

Quem quiser ajudar, basta compartilhar e assistir ao vídeo abaixo quantas vezes puder. Toda a renda gerada pelas visualizações será revertida para a instituição.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL