PUBLICIDADE
Topo

Fundo de Quintal é tema do samba-enredo da Mancha Verde no Carnaval 2018

Integrantes do Fundo de Quintal durante participação no programa "Ensaio" - Reprodução/YouTube
Integrantes do Fundo de Quintal durante participação no programa "Ensaio" Imagem: Reprodução/YouTube
Adriana de Barros

Colunista de Música do UOL, onde atuou 20 anos na área de Entretenimento, com coordenação de coberturas em grandes festivais e do Carnaval. É curadora do edital 2020 Natura Musical e integrou o Superjúri 2019 do Prêmio Multishow. Eleita uma das cinco melhores jornalistas musicais do Brasil pelo WME Awards by Music2. Apresentadora do podcast Fala Zé na rádio Energia 97 ao lado de Zé Antônio Constantino e Hélio Cosmo Leite.

02/05/2017 13h25

Mais um artista da música dará tom ao Carnaval 2018 em São Paulo. A escola de samba Mancha Verde levará ao Anhembi a história do grupo Fundo de Quintal, que soma ao longo da carreira 32 álbuns, 15 discos de ouro e quatro de platina.

O grupo do vocalista Mário Sérgio, morto em maio de 2016, nasceu no final dos anos 1970 do bloco carnavalesco Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro, e é berço de artistas como Jorge Aragão, Sombrinha, Almir Guineto, Arlindo Cruz e outros.

No próximo sábado (6), a Mancha Verde vai realizar uma feijoada na sua quadra para o anúncio oficial do enredo: "A Amizade, a Mancha agradece do Fundo do Nosso Quintal". Na ocasião, que contará com a presença dos integrantes do grupo, será entregue a sinopse do enredo aos compositores interessados e falado sobre a escolha do tema.

Em 2016, a Mancha levou ao sambódromo uma homenagem aos 'Zés' com o samba-enredo "Zé do Brasil, Um Nome e Muitas Histórias" que manteve a escola no Grupo Especial.

No vídeo abaixo, os integrantes falam o que representa para o grupo ser homenageado pela Mancha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL