Entretenimento

Bridget Jones ressurge 15 anos depois do primeiro filme com novas e velhas questões: agora ela está magra, quer transar, mas fica grávida e sente a necessidade de decidir com quem vai ficar e quem é o pai. Será que a Bridget acompanhou as questões pelas quais o mundo passou, como feminismo ou as mães-solo? Mandamos um recado para essa personagem que tanto gostamos, mas que ficou um pouco para trás nas discussões.

Comunicar erro

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

AFP
EFE
do UOL
AFP
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Blog do Arcanjo
do UOL
EFE
UOL Cinema - Imagens
AFP
EFE
Da Redação
UOL Música - Imagens
do UOL
AFP
UOL Música - Imagens
do UOL
AFP
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
Página Cinco
Cinema
AFP
do UOL
Da Redação
Blog do Arcanjo
Página Cinco
do UOL
AFP
Roberto Sadovski
Blog do Barcinski
Blog do Arcanjo
do UOL
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
AFP
do UOL
do UOL
Topo