PUBLICIDADE
Topo

Caetano Veloso narra história de "falso Antônio Callado" preso na ditadura

Do UOL, em São Paulo

03/09/2020 04h00

"Narciso em Férias" será lançado com exclusividade no Globoplay. No filme, Caetano Veloso faz um relato íntimo e detalhado de sua prisão pela ditadura militar em dezembro de 1968. Neste trecho disponibilizado em primeira mão ao UOL, o cantor e compositor narra um episódio onde um "falso Antônio Callado", homônimo do escritor, acabou sendo preso numa mesma cela que Gilberto Gil.

Dirigida por Renato Terra e Ricardo Calil, a obra mostra os dias do cantor na solitária, as canções que marcaram o período de confinamento e os episódios vividos com seu amigo Gilberto Gil, preso no mesmo dia.

Além disso, ao longo do filme, que é uma coprodução Uns Produções e VideoFilmes, Caetano também lê e comenta alguns documentos secretos da ditadura, inéditos até hoje.

"Narciso em Férias" foi selecionado para o 77º Festival de Veneza, na Itália, que começa amanhã e vai até o dia 12 de setembro. O filme será exibido fora de competição.

Na época da ditadura militar, período marcado por repressões e perseguições, Caetano Veloso ficou mais de 50 dias presos e foi exilado em Londres. Hoje, o músico enxerga a necessidade de falar dos "tempos de chumbo" sem negacionismo.