Topo

Entretenimento


Cartola de Hitler e outros suvenires nazistas vão a leilão na Alemanha

20/11/2019 15h46

Por Ayhan Uyanik

MUNIQUE (Reuters) - Suvenires do nazismo, como a cartola de Hitler e um vestido de noite usado por sua companheira Eva Braun, estão sendo oferecidos por uma casa de leilões alemã, o que levou a comunidade judaica a apelar para que a venda, que qualificou como imoral, seja impedida.

A coleção conta com itens como o estojo de charutos do comandante da Força Aérea nazista, Hermann Goering, prêmios, faixas e facas militares nazistas e uma cópia do livro "Mein Kampf" em um estojo de prata.

Acredita-se que a coleção obterá centenas de milhares de euros. Só a cartola de Hitler terá um lance inicial de 50 mil euros, e a estimativa de preço da cópia de luxo de "Mein Kampf" que pertenceu a Goering é de 130 mil euros.

Bernhard Pacher, diretor-gerente da Hermann Historica, disse que a casa de leilões recebeu uma enxurrada de emails de indivíduos que repudiaram a venda pela internet, que começou nesta quarta-feira.

"Recebemos um email amistoso dizendo que a pessoa os vê como nós vemos, isto é, que estes são objetos históricos", disse Pacher, cujos leilões contemplam uma variedade de peças, e não só itens nazistas.

"Mas 99% dos emails que recebemos incluíram insultos muito feios, nos quais a história é reduzida a afirmar que somos só neonazistas gananciosos."

Em uma carta enviada neste mês, o rabino Menachem Margolin, presidente da Associação Judaica Europeia, exortou Pacher a cancelar o leilão, dizendo que os artefatos serão comprados por indivíduos que tentam glorificar o nazismo.

"Este não é um apelo legal a você, mas muito mais um apelo moral", escreveu Margolin. "O que você está fazendo não é ilegal, mas é errado".

Pacher disse que a maior parte dos clientes da casa de leilões costuma ser museus, especialmente da Ásia e dos Estados Unidos, onde as instituições culturais possuem grandes verbas.

"Os 20% restante dos clientes são colecionadores particulares ou autores de livros históricos que precisam dos objetos para seus livros", disse. "O destino de toda coleção boa, no longo prazo, é terminar em um museu."

Três anos atrás, calças com bolsos de couro usadas por Hitler e um invólucro de latão que conteve o cianeto usado por uma vice-liderança de alto escalão para cometer suicídio foram alguns dos muitos suvenires nazistas vendidos pela Hermann Historica.

O dono ou donos da coleção à venda a partir desta quarta-feira não foram revelados em obediência às regras de privacidade alemãs.

Entretenimento