Topo

Entretenimento


Anel dado por Oscar Wilde a amigo é recuperado 17 anos após roubo

18/11/2019 11h48

AMSTERDÃ (Reuters) - A Universidade de Oxford anunciou nesta segunda-feira que um anel de ouro dado pelo escritor irlandês Oscar Wilde a um amigo próximo será devolvido quase duas décadas depois de ser roubado da Faculdade de Magdalen, onde ele estudou.

O investigador holandês de obras de arte Arthur Brand recuperou o anel, que será devolvido no dia 4 de dezembro, disse Mark Blandford-Baker, tesoureiro da Faculdade de Magdalen.

O anel de amizade de 18 quilates foi dado por Wilde e pelo colega de estudos Reginald Harding a William Ward em 1876, quando eles frequentavam a escola.

Ele foi roubado em 2002 pela faxineira Eamonn Andrews, que o vendeu por 150 libras esterlinas. Seu paradeiro era desconhecido desde então, mas muitos acreditavam que ele havia sido derretido. À época, ele valia cerca de 35 mil libras esterlinas.

"Estamos muito satisfeitos por tê-lo de volta. Anos atrás, a polícia achava que ele provavelmente havia sido derretido por alguém que não percebeu seu significado", disse Blandford-Baker.

O anel tem as iniciais de Wilde, autor de obras como "O Retrato de Dorian Gray" e "A Importância de Ser Prudente", e uma inscrição em grego que diz "Presente de amor a alguém que deseja amor".

Brand ajudou a recuperar várias obras de arte importantes, como uma pintura de Pablo Picasso que foi roubada do iate de um proprietário saudita na França em 1999.

(Por Anthony Deutsch)

Entretenimento