Topo

Filmes e séries


Festival de Berlim mira igualdade de gênero com metade dos filmes dirigido por mulheres

 John MACDOUGALL/AFP
Festival de Berlim em 2019 Imagem: John MACDOUGALL/AFP

Riham Alkousaa e Hanna Rantala

Em Berlim (Alemanha)

09/02/2019 10h46

O Festival de Cinema de Berlim prometeu promover a igualdade de gênero na edição deste ano, tomando as primeiras medidas para alcançar a meta de praticamente igualar o número de filmes dirigidos por homens e mulheres. Das 400 produções que serão exibidas no festival desde ano, quase a metade foi dirigida por mulheres.

"Ainda temos muito a fazer para obter a igualdade de gênero", disse o chefe do festival, Dieter Kosslick, que no sábado assinou um documento se comprometendo a promover mais as mulheres que atuam na indústria cinematográfica.

O festival também deseja incorporar mais mulheres ao seu corpo de jurados, filmes indicados e funcionários. Dos 17 filmes que competem pelo Urso de Ouro neste ano, sete foram dirigidos por mulheres.

"Nunca tivemos isso em nossa história, e esse fato prova que estamos na direção correta", afirmou Kosslick.

Gale Anne Hurd, produtora de sucessos como "O Exterminador do Futuro", "Aliens" e "The Walking Dead" afirmou que a igualdade de gênero mostra que a indústria cinematográfica precisa mudar para que diretoras e produtoras competentes não sejam mais exceção no meio.

"O Festival de Berlim está se dando muito melhor nesse aspecto do que, por exemplo, Veneza ou Cannes", disse Hurd, convidada especial no evento deste ano.