PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Palhaços de circo da alta-costura de Christian Dior evocam lugar mágico

21/01/2019 17h16

PARIS (Reuters) - Arlequins e Pierrôs se divertiram na passarela da Christian Dior, em Paris, nesta segunda-feira, enquanto modelos com rufos, vestidos de lantejoulas e jaquetas de gala desfilavam em uma tenda de circo, cercados por acrobatas.

Chapéus cintilantes do chapeleiro Stephen Jones e sapatos cintilantes acrescentaram à extravagante coleção, no primeiro dia da Haute Couture Fashion Week, uma celebração de um clube de elite de estilistas de alta qualidade com roupas únicas.

As atrizes Felicity Jones e Rachel Brosnahan observaram na primeira fila enquanto as modelos percorriam as torres humanas formadas pela trupe de acrobatas femininas.

Saias de bolinhas e bodysuits extravagantemente frisados contrastavam com looks mais sutis no show, com pescoços de babados pretos ou brancos lembrando o melancólico Pierrô.

Os números de destaque da marca, pertencente à LVMH, incluíam um vestido de noite plissado dourado com um toque grego.

A Dior disse em notas sobre o desfile que o circo era um "lugar mágico" que o falecido fundador da marca tinha gostado de visitar.

"O circo é algo que dá a volta ao mundo e muda a cidade quando chega. É como na semana de moda, quando chega a Paris ou Milão, muda a atmosfera", disse a jornalistas a estilista Maria Grazia Chiuri.

A Haute Couture Week vai até 24 de janeiro, com grandes nomes da moda parisiense como Chanel e Jean Paul Gaultier, além de estilistas mais novos, como Julien Fournie e Alexis Mabille, prontos para apresentarem seus estilos na série de 30 desfiles.

(Reportagem de Sarah White e Claudia Wyatt)

Entretenimento