PUBLICIDADE
Topo

Rihanna recusa participar de show do Super Bowl em apoio a Kaepernick

Desfile da Savage X Fenty, grife de lingerie de Rihanna, na NYFW 2018 - Reprodução/Instagram
Desfile da Savage X Fenty, grife de lingerie de Rihanna, na NYFW 2018 Imagem: Reprodução/Instagram

Lisa Richwine

De Los Angeles (EUA)

19/10/2018 15h02

A estrela do pop Rihanna recusou uma oferta para se apresentar no show do intervalo do Super Bowl em razão de seu apoio a Colin Kaepernick, quarto zagueiro que está sem time nesta temporada da liga de futebol americano (NFL), e seu protesto contra a injustiça racial, segundo notícias.

Reportagens da US Weekly e outras citaram uma fonte não identificada dizendo que a NFL e a rede CBS, que detém os direitos de transmissão, "realmente queriam que a Rihanna fosse a artista do próximo ano".

No entanto, ela recusou em apoio a Kaepernick, o primeiro jogador a ajoelhar durante a execução do hino nacional em um jogo em protesto contra a desigualdade racial e a brutalidade policial contra negros e minorias nos Estados Unidos.

Eric Reid e Colin Kaepernick (à dir.) protestam durante execução do hino americano em 2016 - Thearon W. Henderson/Getty Images - Thearon W. Henderson/Getty Images
Eric Reid e Colin Kaepernick (à dir.) protestam durante execução do hino americano em 2016
Imagem: Thearon W. Henderson/Getty Images

"Eles ofereceram a ela, mas ela disse não por conta da polêmica de se ajoelhar. Ela não concorda com a postura da NFL", disse a fonte à US Weekly.

O Super Bowl é o evento televisionado mais assistido do ano nos Estados Unidos, frequentemente atraindo mais de 100 milhões de espectadores. O jogo de 2019 será em 3 de fevereiro em Atlanta.

Representantes da NFL, da CBS e de Rihanna não responderam imediatamente a pedidos de comentário.