PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Astros da música homenageiam Quincy Jones no Festival de Montreux

09/07/2018 16h43

MUSICA-MONTREAUX:Astros da música homenageiam Quincy Jones no Festival de Montreux

Por Stephanie Nebehay

MONTREUX, Suíça (Reuters) - Um elenco de astros da música de Ibrahim Maalouf a Mos Def, Robert Glasper e Monty Alexander homenageou o produtor Quincy Jones em uma apresentação épica em Montreux, que terminou quase ao amanhecer desta segunda-feira.

Jones, que fez 85 anos em março, compareceu à homenagem de aniversário na House of Jazz durante a 52ª edição do Festival de Jazz de Montreux, no qual atuou como co-diretor nos anos 1990.

O baterista Nate Smith e Kinfolk iniciaram o show de três horas às 2h da manhã com "Skip Step", mais tarde acompanhados por Richard Bona no baixo.

"Não houve passagem de som, foi tudo no improviso", disse Smith à plateia de 600 pessoas do evento gratuito, que será disponibilizado na Qwest TV, o serviço de streaming de vídeo de Jones, em setembro.

O libanês Maalouf assumiu o centro do palco para tocar um prelúdio solo de Bach em seu trompete.

O pianista e compositor cubano Alfredo Rodríguez, um pupilo de Jones, e Bona se juntaram a Maalouf na canção "Ay, Mama Ines".

Femi Koleoso, do Ezra Collective, agradeceu Jones, dono de 27 prêmios Grammy, por "nos fazer dançar durante gerações" quando a britânica Jorja Smith, de 21 anos, cantou "On My Mind".

Outro novato britânico e prodígio apresentado por Jones, o cantor e pianista Jacob Collier, de 23 anos, interpretou "Human Nature", faixa de Thriller, de Michael Jackson, produzido por Jones em 1982, acompanhado de quatro dançarinos.

Nik West tocou "Kiss" e outros sucessos de Prince, outra lenda de Montreux, para encerrar o espetáculo.

Entretenimento