Topo

Entretenimento

Comediante norte-americana Roseanne Barr culpa sonífero por tuíte racista

30/05/2018 14h56

GENTE-ROSEANNE-CULPA-SONIFERO:Comediante norte-americana Roseanne Barr culpa sonífero por tuíte racista

LOS ANGELES (Reuters) - A comediante norte-americana Roseanne Barr disse estar cansada de "ser atacada e diminuída" e culpou o sonífero Ambien pelo tuíte no qual comparou uma ex-funcionária negra do ex-presidente Barack Obama a uma macaca, um comentário racista que provocou uma onda de revolta.

Roseanne disse em uma série de tuítes na terça-feira e na manhã desta quarta-feira que foi "imperdoável" ela ter publicado no Twitter que se o movimento político islâmico "irmandade muçulmana e o planeta dos macacos tivessem um bebê = vj", referindo-se a Valerie Jarrett, ex-assessora de Obama.

    "Eram 2 da manhã e eu estava tuitando com Ambien ? também era o memorial day e fui longe demais e não quero que ninguém defenda ? foi odioso, indefensável", escreveu. "Cometi um erro que gostaria de não ter cometido mas... por favor não o defendam".

Em outros tuítes, Roseanne disse estar cansada de "ser atacada e diminuída mais do que qualquer outro comediante que disse coisas piores" e pediu às pessoas que não boicotem a ABC, afirmando que a rede tem o direito de "fazer o que quiser".

    Na terça-feira, após seu tuíte, o canal ABC, da Walt Disney, cancelou sua popular série cômica "Roseanne".

    Mais tarde a humorista de 65 anos pediu desculpas "por fazer uma piada ruim" sobre Valerie Jarrett, que é negra, filha de norte-americanos e nascida no Irã.

    "Não lamentem por mim, gente!!", tuitou Roseanne na noite de terça-feira. "Só quero me desculpar às centenas de pessoas, e aos roteiristas maravilhosos (todos liberais) e aos atores talentosos que perderam o emprego no meu programa devido ao meu tuíte idiota".

    Também na terça-feira Valerie, de 61 anos, disse que o executivo-chefe da Disney, Bob Iger, ligou para ela antes de a ABC anunciar o cancelamento da série.

    Ainda no mesmo dia a agência de talentos ICM disse em um comunicado que não representará mais Roseanne. Vários canais disseram que cancelarão reprises de seu programa ? o Hulu disse que os episódios de seu novo seriado não estarão mais disponíveis em seu serviço de streaming.

    A série "Roseanne" original, exibida de 1988 a 1997, retratava uma família de classe baixa, os Conner, cujos pais acima do peso lutam para sobreviver, e foi elogiada por sua representação realista da vida da classe trabalhadora.

A nova "Roseanne" foi o maior sucesso da ABC na temporada 2017-2018, atraindo uma média de 18,7 milhões de espectadores e só ficando atrás da sitcom "The Big Bang Theory", da CBS, segundo dados da consultoria Nielsen até o dia 20 de maio.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento