Topo

Entretenimento

Cofundadores da Vice Midia se desculpam por ambiente de "clube dos meninos"

Divulgação/Facebook
Suroosh Alvi, um dos fundadores da "Vice" Imagem: Divulgação/Facebook

24/12/2017 12h17

Os cofundadores da Vice Media emitiram um pedido de desculpas no sábado (23), dizendo que a companhia de mídia focada em millenials havia permitido que uma atmosfera de "clube dos meninos" que incluía assédio sexual florescesse.

O vice-presidente-executivo Shane Smith e o cofundador Suroosh Alvi emitiram um comunicado após o "New York Times" publicar uma reportagem destacando quatro acordos judiciais feitos pela companhia envolvendo acusações de assédio sexual ou difamação contra funcionários da Vice. O jornal também relatou que mais de duas dúzias de mulheres haviam testemunhado ou sido vítimas de condutas sexuais impróprias na companhia.

No comunicado enviado por e-mail à Reuters que foi direcionado à equipe da Vice, Smith e Alvi disseram que três funcionários haviam sido demitidos por "comportamento inaceitável". Smith e Alvi também definiram passos que a companhia está tomando para melhorar o ambiente de trabalho para mulheres, incluindo a contratação de um novo chefe de recursos humanos e comprometimento em pagar salários iguais para homens e mulheres até o final de 2018.

"De cima para baixo, nós fracassamos como uma companhia em criar um local de trabalho seguro e inclusivo onde todos, especialmente mulheres, possam se sentir respeitados e crescer", disseram.

No pedido de desculpas por terem permitido que "comportamento inapropriado" se espalhasse pela companhia, Smith e Alvi disseram que defeitos passados e má gestão puderam "florescer sem controle". Eles acrescentaram que querem expressar "extremo arrependimento por nosso papel em perpetuar sexismo na indústria da mídia e sociedade em geral".

Smith ou Alvi não foram acusados de condutas impróprias na reportagem do "New York Times". Um porta-voz da Vice não respondeu uma solicitação de mais comentários sobre a reportagem.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento