Entretenimento

Malala comemora matrícula na Universidade de Oxford

17/08/2017 11h45

GENTE-MALALA-OXFORD:Malala comemora matrícula na Universidade de Oxford

Por Darren Staples

BIRMINGHAM, Inglaterra (Reuters) - A ativista de educação paquistanesa Malala Yousafzai, que aos 17 anos se tornou a ganhadora mais jovem do Prêmio Nobel da Paz, disse nesta quinta-feira que está "empolgada" por ter conseguido uma vaga na Universidade de Oxford.

Malala contou ter sido aceita em Oxford para estudar Política, Filosofia e Economia. Ela foi uma de milhares de alunos do Reino Unido que descobriram onde cursarão o terceiro grau depois de receberem seus últimos boletins escolares.

Entre os ex-alunos do mesmo curso de Oxford, uma das melhores universidades do mundo, estão o ex-primeiro-ministro britânico David Cameron e a falecida primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto.

Malala, hoje com 20 anos de idade, ganhou proeminência quando um militante do Taliban a baleou na cabeça em 2012. Ela havia se tornado um alvo devido à sua campanha contra os esforços do Taliban para negar às mulheres o acesso à educação. Ela recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2014.

"Tão empolgada por ir para Oxford!! Parabéns a todos os alunos de nível A ? o ano mais difícil. Tudo de bom para a vida adiante!", tuitou. O nível A é o das provas finais do ensino médio.

Depois de se recuperar do ataque do Taliban, ela frequentou a escola na Inglaterra.

Cifras iniciais mostraram uma queda no número de vagas disponibilizadas pelas universidades, embora a proporção de estudantes com notas altas tenha aumentado.

O serviço de inscrições em universidades (Ucas, na sigla em inglês) disse em seu site que a redução no número de matrículas foi causado por uma queda de matrículas de alunos mais velhos e pela presença menor de estudantes da União Europeia.

A Ucas disse que 416.310 pessoas do nível A foram aceitas, queda de 2 por cento em relação a 2016. Mas mais de uma em quatro estudantes receberam notas A ou A*, as mais altas, um aumento de 0,5 ponto percentual na comparação com o ano passado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo