Entretenimento

Juíza norte-americana rejeita ações coletivas sobre preços de músicas na internet

18/07/2017 16h44

TECH-MUSICA-PROCESSO:Juíza norte-americana rejeita ações coletivas sobre preços de músicas na internet

NOVA YORK (Reuters) - Uma juíza federal dos Estados Unidos disse nesta terça-feira que consumidores que acusam várias importantes empresas de música de conspirarem para inflar o preços de músicas vendidas na internet e em CDs não podem seguir com suas demandas em ações coletivas.

A decisão da juíza Loretta Preska é uma vitória para a Sony Corp, Universal Music Group da Vivendi, Warner Music Group e várias afiliadas no processo de 11 anos, que a juíza disse ter sido adiado por extensas disputas sobre evidências.

Os consumidores acusam as empresas de tirarem proveito injustamente de sua participação de 80 por cento no mercado norte-americano de música online, e com isso tornar as músicas "menos atrativas" para compra e assim elevar os preços dos CDs.

Mas a juíza disse que questões individuais poderiam rapidamente prevalecer sobre questões comuns aos potenciais milhões de pessoas que poderiam ser representadas em uma ação coletiva em nível nacional.

Ela disse que isso era particularmente verdadeiro dada a probabilidade de uma percentagem significativa de membros da ação coletia terem as "mãos sujas" por baixarem músicas ilegalmente.

(Por Jonathan Stempel)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo