Entretenimento

Analgésicos opioides foram encontrados na casa de Prince, mostram documentos judiciais

17/04/2017 13h53

GENTE-PRINCE-ANALGESICOS:Analgésicos opioides foram encontrados na casa de Prince, mostram documentos judiciais

(Reuters) - Analgésicos opioides foram encontrados na casa do cantor Prince após sua morte repentina no ano passado, e investigadores foram informados de que o músico tinha um histórico de crises de abstinência "que seriam o resultado do abuso de medicamentos sob receita", de acordo com documentos judiciais divulgados nesta segunda-feira.

De acordo com um mandato de busca e apreensão no complexo de Prince Paisley Park, nos arredores de Minneapolis, os investigadores encontraram diversas pílulas etiquetadas como Watson 853 --identificação para o genérico hidrocodona-acetaminofeno-- em vários cômodos.

A busca também encontrou outras "pílulas de diversas substâncias narcóticas controladas" em vários recipientes, alguns prescritos para o guarda-costas do cantor.

Os documentos dizem que os detetives foram "informados por testemunhas entrevistadas, de que Prince tinha tido recentemente um histórico de sofrer com crises de abstinência, que seriam o resultado do abuso de medicações sob receita".

Prince, de 57 anos, foi encontrado morto no complexo no dia 21 de abril de 2016. A causa oficial de morte foi definida no ano passado como uma overdose acidental e auto-administrada do analgésico fentanil.

Os documentos liberados na segunda-feira confirmam relatos de fontes no ano passado de que múltiplas pílulas sob receita foram encontradas na casa do cantor. Os documentos e depoimentos mostram que algumas das receitas foram feitas no nome de Kirk Johnson, o guarda-costas de Prince "para proteger sua privacidade".

Nenhuma acusação criminal foi feita pela morte de Prince.

(Reportagem de Jill Serjeant)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo