Entretenimento

Jimmy Scott, cantor de jazz com voz de anjo, morre aos 88 anos

14/06/2014 18h05

Por Jonathan Allen

(Reuters) - Jimmy Scott, um cantor de jazz cuja voz comovente lhe rendeu a admiração de gênios como Ray Charles e Lou Reed antes que ficasse mais conhecido por um público maior, morreu aos 88 anos, disse a sua mulher neste sábado.

Scott morreu dormindo na sua casa, em Las Vegas, na quinta-feira, em decorrência de uma parada cardíaca, depois de um período doente, disse a sua mulher Jeannie Scott em uma entrevista por telefone.

Ele se tornou conhecido como o “cantor dos cantores” e era reverenciado por figuras da música como Reed, Quincy Jones e Madonna por interpretar standards da música americana com seu registro vocal característico e alto.

Sua voz incomum foi resultado de ter nascido com uma doença genética rara chamada síndrome de Kallmann, o que significava que ele nunca passou pela puberdade.

Scott disse que só depois dos seus 30 anos aprendeu a aceitar a sua voz original. “Bem, eu aprendi que era um presente e que eu era capaz de cantar desse jeito”, ele disse ao New York Times Magazine.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo