Entretenimento

"Poderoso chefão do ecstasy" morre aos 88 anos na Califórnia

03/06/2014 17h08

Por Dan Whitcomb

LOS ANGELES (Reuters) - Alexander Shulgin, que ao longo de 40 anos de pesquisas científicas criou cerca de 200 compostos psicodélicos, recebendo o apelido de “Poderoso chefão do ecstasy” por seu trabalho pioneiro com a droga, morreu aos 88 anos.

Shulgin faleceu na segunda-feira em sua casa, no norte da Califórnia, “cercado por familiares e cuidadores e música de meditação budista”, de acordo com um post de sua esposa e parceira de pesquisa, Ann, publicado no Facebook.

Embora seja conhecido por popularizar a outrora obscura droga hoje conhecida mundialmente como MDMA, ou ecstasy, cerca de 60 anos depois de esta ter sido patenteada, atribui-se a Shulgin a criação de cerca de 200 compostos psicodélicos.

“Eu sempre tive interesse no maquinário do processo mental”, disse ele ao jornal The New York Times em uma entrevista de 2005 em seu laboratório doméstico.

Ele começou a estudar o MDMA em 1976, depois que um universitário chamou sua atenção para a droga, e foi o primeiro a documentar seus efeitos em humanos muito antes de a droga se tornar popular nos clubes noturnos.

(Por Dan Whitcomb)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo