Topo

Entretenimento


Obras de artistas latino-americanos irão a leilão em NY

Kathy Willens/AP Photo
16.out.2013 - O artista colombiano Fernando Botero, 81, autografa seu livro "Circus: Paintings and Works on Paper" no consulado colombiano em Nova York Imagem: Kathy Willens/AP Photo

23/05/2014 15h36

 Um retrato de família do pintor colombiano Fernando Botero e uma representação da turbulência psicológica feita pelo pintor chileno Roberto Matta estão cotados como os principais itens do leilão de arte latino-americana em Nova York na semana que vem.

"Homem indo para o Trabalho", feito por Botero, em 1969, é o principal item do lote no conjunto da Christie's para a venda de quarta-feira, com uma estimativa pré-venda no valor de 1,8 milhão de dólares. "Morfologia Psicológica", de Matta, pode alcançar até 3,5 milhões de dólares num leilão de dois dias da Sotheby's, na quarta e quinta-feira.

Os leilões latino-americanos acontecerão depois das vendas de arte contemporânea e do pós-guerra no começo do mês, nas quais uma pintura abstrata de Barnet Newman chamada "Black Fire I" foi vendida por 84,2 milhões de dólares, um novo recorde em leilão para o artista, e "Six Self-Portraits", de Andy Warhol, foi vendida por 30,1 milhões de dólares.

Estarão à venda também trabalhos do Joaquín Torres-García, com destaque para "Composition TSF", de 1931, que a Christie's estima que possa ser vendido por um valor entre 1 milhão e 1,5 milhão de dólares.

Seu "Grafismo Infinito", de 1937, está avaliado em 800.000 dólares pela Sotheby's.

Newsletters

Receba por email as principais notícias do UOL sem pagar nada.

Quero receber

Mais Entretenimento