Entretenimento

Polícia inspeciona casa de Bieber e prende homem por posse de droga

 Mario Anzuoni / Reuters
Imagem: Mario Anzuoni / Reuters

14/01/2014 19h29

LOS ANGELES, 14 Jan (Reuters) - A polícia inspecionou a casa do cantor Justin Bieber na Califórnia nesta terça-feira como parte de uma investigação por vandalismo e, enquanto o cantor canadense não foi preso nem inocentado, um homem na casa foi detido por posse de drogas, afirmou a polícia de Los Angeles.

Detetives entraram na casa de Bieber nesta terça-feira depois que o cantor de "Boyfriend" foi acusado de jogar ovos na casa de seu vizinho em 9 de janeiro.

Bieber, de 19 anos, ficou sob custódia da polícia em sua casa em Calabasas, 48 quilômetros a noroeste de Los Angeles, durante as buscas na residência.

"Ele não foi preso nem foi inocentado", disse o tenente David Thompson em entrevista coletiva após a inspeção.

"Nós estávamos buscando pistas que colocassem ele ou qualquer outra coisa na cena do crime", acrescentou Thompson.

Uma pessoa não identificada na casa de Bieber foi presa por posse de narcóticos, quando os agentes encontraram cocaína, disse Thompson.

O caso de vandalismo está sendo tratado como um crime porque causou "milhares e milhares de dólares em danos" à casa, disse o porta-voz do xerife, Steve Whitmore.

Não se sabe o que provocou o alegado incidente entre Bieber e seu vizinho, mas o cantor pop canadense teve divulgados vários desentendimentos com os seus vizinhos.

No ano passado, Bieber foi acusado de dirigir uma Ferrari em alta velocidade pelas ruas do bairro e também de cuspir em seu vizinho durante uma discussão sobre as festas realizadas na casa do cantor. Os promotores não apresentaram acusações contra Bieber em ambos os casos.

O site de notícias de celebridades TMZ.com identificou o homem preso como o aspirante a rapper de 20 anos Lil Za, que é frequentemente fotografado com Bieber. O site publicou fotos e vídeo de Lil Za, cujo nome verdadeiro é Xavier Smith, algemado e sendo levado a uma viatura.

Os representantes de Bieber não responderam imediatamente a um pedido para comentar o caso.

(Reportagem de Eric Kelsey)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo