Entretenimento

Tribunal francês libera show de comediante polêmico

09/01/2014 13h32

PARIS, 9 Jan (Reuters) - Um tribunal francês rejeitou os esforços das autoridades para banir um show nesta quinta-feira de um comediante a quem o governo acusa de ofender a memória das vítimas do Holocausto.

O ministro do Interior, Manuel Valls, que tem liderado o esforço para interromper o giro nacional do comediante Dieudonne M'bala M'bala, disse que vai recorrer da decisão.

Autoridades locais em Nantes haviam proibido a apresentação inicial do giro de Dieudonne, seguindo o exemplo de outras cidades que também baniram os seus shows, alegando riscos para a ordem pública.

O advogado do comediante, Jacques Verdier, afirmou que a corte havia derrubado a proibição, descrevendo a decisão como uma "vitória total e completa" do seu cliente, que diz que o seu direito à liberdade de expressão está sendo violado.

A decisão do tribunal é uma derrota para Valls, que, segundo pesquisas, é o político mais popular da França por causa da defesa que faz da lei e da ordem.

Dieudonne, de 46 anos, se diz antissionista, mas não antissemita. Ele já foi multado repetidas vezes por promover o ódio.

(Reportagem de Sophie Louet)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo