Entretenimento

Poeta do Catar é condenado a 15 anos de prisão por insultar ex-monarca

AFP
O emir do Catar, Hamad ben Khalifa Al-Thani, (foto) foi criticado pelo poeta Muhammad Ibn al-Dheeb al-Ajami Imagem: AFP

21/10/2013 17h33

Um tribunal do Catar confirmou nesta segunda-feira (21) a pena de 15 anos de prisão para o poeta Muhammad Ibn al-Dheeb al-Ajami, condenado por insultar um ex-monarca do país e estimular revoltas.

Ajami escreveu versos elogiosos à Primavera Árabe, criticou o então emir qatariano xeique Hamad bin Khalifa al-Thani e os "xeiques brincando nos seus PlayStations".

As possibilidades de recurso se esgotaram, e o poeta só poderá ser solto se receber um perdão do novo emir, xeique Tamim bin Hamad al-Thani.

Inicialmente, al-Ajami foi condenado à prisão perpétua, mas a pena foi posteriormente reduzida para 15 anos.

O advogado dele não estava disponível para comentar.

(Reportagem de Amena Bakr)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo