Entretenimento

Estados Unidos devolve tela de 474 anos a herdeiros de proprietário judeu

18/04/2012 19h52

Uma tela de 474 anos confiscada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial foi devolvida na quarta-feira, após 15 anos de negociações, aos herdeiros do seu antigo proprietário, um judeu italiano.

A tela "Cristo Carregando a Cruz Arrastado por um Patife", pintada por volta de 1538 pelo artista italiano Girolamo de Romani, foi um dos 70 itens da coleção de Frederico Gentili di Giuseppe a serem roubados pelos nazistas durante a ocupação da França.

Di Giuseppe, um judeu italiano radicado em Paris, morreu em 1940, de causas naturais, um mês antes da invasão nazista na França. Na ocasião, seus filhos e netos já haviam fugido do país.

A coleção foi vendida em 1941 pelo governo nazista francês de Vichy. Em 1997, os netos de Di Giuseppe abriram um processo para recuperar as obras.

A pintura era uma das mais de 50 peças emprestadas pela Pinacoteca di Brera, em Milão, ao Museu Mary Brogan de Arte e Ciência, em Tallahassee (Flórida). Ela estava desde novembro sob proteção do governo dos EUA.

"Setenta anos é muito tempo, mas (a devolução) mostra que nunca é tarde para corrigir um erro", disse Susan McCormick, agente do Departamento de Segurança Doméstica dos EUA, responsável pela entrega.

(Por Michael Peltier)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo