Topo

Entretenimento

Ioga com cachorros é a nova moda nos Estados Unidos

01/08/2011 11h01

Por Dorene Internicola

NOVA YORK, 1o de agosto (Reuters Life!) - Quando os cachorros vão para a aula de ioga, ela passa a se chamar "doga" (unindo as palavras em inglês "dog" e "yoga").

E apesar de a doga não ser equivalente, em termos de exigência física, a uma corrida na praia, especialistas dizem que praticar ioga com seu animal de estimação pode ajudar a acalmar tanto o dono quanto seu companheiro.

"Eu considero isso uma ioga com parceiro", disse Suzi Teitelman, instrutora da Flórida que vem ensinando a doga para homens, mulheres e cães desde 2002. "É minha paixão da vida."

Teitelman se deparou com a doga porque seu cachorro gostava de se deitar embaixo dela enquanto ela praticava a ioga.

"Quando você se sente bem, eles se sentem bem", disse. "Eles querem estar perto de sua energia positiva."

Ela desenvolveu aulas, DVDs e um manual de treinamento, e disse que já treinou mais de 100 pessoas pelo mundo, alguns até na China e no Japão.

Há diversas versões híbridas da ioga nas academias de hoje inspiradas na prática de 5 mil anos voltada para a coordenação do movimento e da respiração.

Mas Teitelman insiste que ensina uma aula de ioga tradicional, mesmo se a posição do cachorro invertido seja em carne e osso.

"Recitamos os cantos juntos para sentir as vibrações, e depois começamos a fazer as posições."

As posturas tradicionais como guerreiros, triângulos e pontes se seguem, com a ajuda de um pequeno cachorro equilibrado na barriga ou na cintura.

"A pessoa leva o cachorro mais fundo no alongamento, e o cachorro leva a pessoa mais fundo", afirmou. "Se você tem um cachorro nos braços durante uma postura em pé, isso ajuda o equilíbrio e a força."

Teitelman acredita que os benefícios são para humanos e animais.

"Você está movimentando o corpo deles. Eles estão sendo tocados, recebendo amor", explicou, "e todos precisam estar pendurados de ponta-cabeça".

A veterinária Robin Brennen, de Nova York, estava cética sobre as aulas extremamente populares de doga no abrigo e centro de aprendizado de Bideawee, onde ela trabalha. Ela então resolveu participar de uma das aulas.

"Eu testemunhei uma mudança no comportamento dos animais durante a aula", disse. "Eles entram latindo, sete, oito, nove cachorros em uma sala, mas ao final da sessão, estão dormindo. Estão em savasana (a postura final de descanso)."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento