Entretenimento

Rihanna diz que videoclipe "Man Down" dá poder às mulheres

03/06/2011 20h00

LOS ANGELES (Reuters) - A cantora de R&B Rihanna defendeu o polêmico videoclipe que mostra a cantora atirando em um homem dizendo que é uma mensagem para dar mais poder às meninas.

"Man Down" tem Rihanna atirando para matar um homem que aparece no vídeo tentando abusá-la sexualmente no dia anterior.

O grupo Parents Television Council, a campanha Enough is Enough e o instituto Industry Ears criticaram o vídeo, alegando que mostra um assassinato calculado que vai encorajar mulheres jovens a serem violentas.

Rihanna disse à Black Entertainment Television (BET) na quinta-feira que "Man Down" trata de estupro. Em 2009, a cantora de 23 anos foi vítima de violência física pelo então namorado, o cantor Chris Brown.

"Estupro acontece em todas as partes do mundo e nós continuamos escondendo e agindo como se não acontecesse", disse Rihanna na entrevista para a BET.

"As meninas ganham mais poder com isso ... Estou muito impressionada com o fato de os meus fãs entenderem. Isso era muito importante para mim, é uma história para eles", disse.

Ela afirmou ainda à BET, que também foi criticada por levar o vídeo ao ar, que a mulher que ela interpreta não é "uma assassina fria" e que ela mostra remorso pelo assassinato.

"Eu não queria fazer um vídeo polêmico. Queria fazer um mini-filme, algo visceral e artístico."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo