Entretenimento

Seguranças de Gisele Bundchen serão julgados na Costa Rica

29/04/2011 22h55

SAN JOSÉ, Costa Rica (Reuters) - Os guarda-costas da modelo Gisele Bundchen e de seu marido, o jogador de futebol americano Tom Brady, irão a julgamento na Costa Rica sob acusação de tentativa de homicídio contra dois fotógrafos.

Um tribunal da cidade de Puntarenas, na costa ocidental da Costa Rica, decretou que o caso seja levado a julgamento após uma audiência preliminar realizada na sexta-feira, disse uma porta-voz da corte. A data ainda não está definida.

Segundo o processo judicial, três guarda-costas se aproximaram dos fotógrafos Yuri Cortez e Rolando Avilés, depois que estes tiraram algumas fotos na festa de casamento do casal, na casa de Bundchen na vila de surfistas Santa Teresa.

Quando os fotógrafos se negaram a entregar suas câmeras e os cartões de memória, um dos seguranças disparou contra seu veículo, de acordo com a ação.

Os fotógrafos pedem 150 milhões de colones (300.000 dólares) em danos.

A defesa de Bundchen e Brady não comentou o assunto.

(Reportagem de Alex Leff)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo