Entretenimento

Em entrevista bombástica, Charlie Sheen pede aumento salarial

28/02/2011 17h01

Por Christine Kearney

NOVA YORK (Reuters Life!) - O ator Charlie Sheen exigiu um aumento salarial para voltar a seu seriado de TV "Two and a Half Men", cuja produção está suspensa, e disse que estava irado, mas não inflamado, em duas entrevistas televisivas que foram ao ar na segunda-feira e nas quais ele falou coisas desconexas e elogiou-se exageradamente.

O astro problemático, cujo comportamento e insultos colocaram em dúvida o futuro de sua comédia líder de audiência, falou em tom indignado sobre assuntos diversos, desde seus problemas com a série até suas reflexões sobre o fato de que estaria sendo mal-compreendido, dizendo ainda que não tem um problema com drogas.

Reagindo à decisão da CBS, anunciada na quinta-feira, de suspender a produção de "Two and a Half Men" pelo resto desta temporada, Sheen lançou um ataque cheio de palavrões contra o produtor do programa.

Em entrevista à ABC News que teve trechos transmitidos no "Good Morning America", disse que está decepcionado com a suspensão.

Indagado se vai processar, ele respondeu: "Você não processaria? Estou sem emprego. Tenho uma família inteira para sustentar e amar. Estou aqui para receber meu pagamento, e eles vão perder."

Sheen disse que as críticas que ele fez na semana passada ao produtor e co-criador do programa, Chuck Lorre, que segundo alguns teriam sido antissemitas, foram mal interpretadas.

"Estou mal com isso", disse Sheen. "Pensei que, depois de ter você me desancando há oito anos, eu poderia lançar umas farpas de volta. Eu não sabia que você ia recolher sua bolinha, ir para casa e ainda por cima punir todo o mundo nesse processo."

A Warner Bros Television, que realiza "Two and A Half Men", disse que não tinha comentários sobre as últimas declarações do ator. A CBS manteve silêncio.

Sheen disse ao programa "Today": "Parece que todo o mundo pensa que eu deveria implorar para ter meu trabalho de volta. Vou avisando que são todas as outras pessoas que vão me implorar para ter seus trabalhos de volta."

As especulações correm soltas sobre o futuro de "Two and a Half Men" - ou, pelo menos, do papel principal, de um solteiro mulherengo, que Sheen representa no seriado. Fontes do setor de TV dizem que já havia um contrato assinado para uma nona temporada do seriado, mas se negaram a especular se Sheen fará parte dela.

Sheen, que já é o ator mais bem pago da televisão americana, disse ao "Today" que terá que receber um aumento para voltar à comédia e que o salário de 2 milhões de dólares que recebe por episódio hoje é pouco.

"Sou um homem de palavra, então vou concluir o seriado. Topo até fazer a décima temporada, mas neste momento, por causa de sofrimento psicológico, vão ter que ser 3 milhões por episódio. É pegar ou largar", afirmou.

"Estou farto de fazer de conta que não sou especial", acrescentou ele. "Não dá para me processar com um cérebro normal."

A produção de "Two and a Half Men" foi suspensa em janeiro, depois de Sheen ter sido convencido a buscar ajuda, após uma festa de 36 horas em sua casa ter terminado com sua internação hospitalar.

Ele negou ter problemas com drogas, disse que não é violento com mulheres e negou ter comparecido bêbado ao set de filmagens.

"Tomo uma droga. Ela se chama Charlie Sheen. Ela não está disponível, porque, se você a experimentar uma vez, morrerá. Seu rosto vai derreter e seus filhos chorarão sobre seu corpo explodido", disse ele na entrevista à ABC.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo