Entretenimento

Lindsay Lohan é avisada de possível prisão por furto de joia

23/02/2011 18h50

LOS ANGELES (Reuters) - Um juiz deu à atriz Lindsay Lohan o prazo de duas semanas para estudar um possível acordo judicial em seu processo por roubo de uma joia e a avisou que, se ela optar por admitir sua culpa, pode ser sentenciada à prisão.

Lohan foi instruída a voltar a um tribunal de Los Angeles em 10 de março, ou para aceitar o acordo oferecido pela promotoria ou para ser submetida a julgamento.

"Não vamos poder resolver o caso hoje", disse o juiz Keith L. Schwartz, da Corte Superior de Los Angeles, depois de uma reunião a portas fechadas com os advogados das duas partes.

Mas ele avisou Lohan, de 24 anos, que, se ela aceitar o acordo judicial pela acusação de furto qualificado, "isso envolve cumprir pena de prisão. Ponto. Se você admitir sua culpa diante de mim e o caso for resolvido diante de mim, você vai para a prisão, ponto final."

Lohan é acusada de ter saído de uma joalheria de Los Angeles em janeiro sem pagar por um colar de US$2.500. Numa audiência no início de janeiro ela se disse inocente da acusação.

Schwartz não deu detalhes sobre o acordo judicial oferecido a Lohan, nem indicou quanto tempo os promotores querem que ela cumpra de prisão. Segundo o site de celebridades TMZ.com, os promotores querem que ela cumpra seis meses de prisão. Assim, ela evitaria uma pena maior, em caso de condenação.

"Não me interessa o fato de você ser Lindsay Lohan versus fulano de tal", ele disse em tom severo à atriz de "Meninas Malvadas". "Você será tratada exatamente como qualquer outra pessoa - nem melhor, nem pior."

Trajando calças cor creme e uma blusa preta decotada, Lohan não disse nada durante a audiência da quarta-feira.

Se ela rejeitar o acordo judicial oferecido pela promotoria, será submetida a julgamento formal pela acusação de furto do colar. Se for condenada, será sentenciada à prisão.

Lohan terá que enfrentar uma audiência judicial separada na sexta-feira envolvendo sua condenação em 2007 por posse de cocaína e dirigir embriagada, condenação essa que paralisou sua carreira antes promissora em Hollywood.

Ela ainda está em liberdade condicional por essa condenação, e em janeiro completou uma estadia em clínica de reabilitação ordenada pelo tribunal - o quinto tratamento desse tipo que ela fez em três anos.

Schwartz disse que, se a acusação de furto do colar for resolvida em seu tribunal, ele recomendará acompanhamento psicológico para Lohan como parte de sua sentença.

"Não quero que você seja uma infratora reincidente", disse o juiz a Lohan. "Quero que você supere isso e siga adiante com sua vida."

Lindsay Lohan ficou conhecida aos 11 anos de idade no filme da Disney "Operação Cupido" e fez sucesso também com "Sexta-Feira Muito Louca" e "Herbie - Meu Fusca Turbinado".

(Reportagem de Bob Tourtellotte)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo