Entretenimento

África do Sul absolve ex-funcionária de Oprah acusada de abuso

11/10/2010 19h29

JOHANESBURGO (Reuters) - Um tribunal da África do Sul absolveu nesta segunda-feira uma ex-funcionária de uma escola fundada pela estrela norte-americana Oprah Winfrey que havia sido acusada de abusar sexualmente das estudantes, disse um porta-voz da promotoria local.

"Ela foi considerada inocente", disse à Reuters o porta-voz da Autoridade Nacional de Promotoria, Mthunzi Mhaga.

Tiny Virginia Makopo enfrentava 14 acusações de abuso, incluindo abuso sexual a estudantes, disse a agência de notícias Sapa.

Grande parte dos depoimentos foi feita a portas fechadas no Tribunal de Magistrados em Sebokeng para proteger as estudantes que são menores de idade, indicou.

A popular apresentadora de programas de televisão gastou milhões de dólares para abrir o The Oprah Winfrey Leadership Academy for Girls em um vilarejo localizado ao sul de Johanesburgo no início de 2007, destinado a dar educação de alta qualidade a meninas pobres.

(Reportagem de Jon Herskovitz)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo