PUBLICIDADE
Topo

Ansiedade fez Brie Larson recusar convites antes de virar a Capitã Marvel

Brie Larson em "Capitã Marvel" - Divulgação
Brie Larson em 'Capitã Marvel' Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

04/09/2020 10h56

Entre os inúmeros testes que Brie Larson fez para filmes durante sua carreira, um papel que caiu em seu colo, com um convite direto para que assumisse o trabalho, foi Capitã Marvel. E a norte-americana chegou a dizer não. O motivo da recusa foram seus problemas com ansiedade.

Larson contou em seu canal no YouTube a história, acrescentando ainda que havia sido reprovada nos testes para "Thor" e "Homem de Ferro 2". Anos mais tarde, filmava "Kong: A Ilha da Caveira", quando pintou a ligação do time da Marvel.

Estava na Austrália, e disseram 'Marvel está interessada em você ser a Capitã Marvel'. E eu falei: 'Não posso fazer isso, tenho muita ansiedade. Não sei lidar com isso, então, fale para eles que não'. Uns meses depois, ligaram de novo: 'Você tem certeza?'. Eu falei: 'Sim, eu sou muito introvertida, isso é grande demais pra mim'

Dá pra acreditar?

O fato é que o time de Brie Larson não estava dando as negativas como ela queria, deixando um fio de esperança para a Marvel. A atriz acabou aceitando o desafio.

Me reuni com eles, eles tinham um uniforme e fiquei mexida com o que eles queriam fazer, achei muito progressista. Fiquei surpresa com o feminismo, como eles falavam disso, com roteiristas e diretora mulheres. Eu fiquei: 'O que?'"

Brie ainda contou que foi reprovada em produções como "Juno", "Peter Pan" e "The Big Bang Theory" e que foi reprovada, mas depois conseguiu o papel em uma segunda chance, em "Kong" e "Unicorn Store", do qual virou diretora.

Cinco anos depois foi oferecido para mim para que eu dirigisse 'Unicorn Store' e foi um sonho se tornando realidade, como se um ciclo estivesse se fechando"