PUBLICIDADE
Topo

Morre Martin Birch, produtor e engenheiro do Iron Maiden e Deep Purple

Martin Birch foi engenheiro de som e produtor de clássicos dos anos 1970 e 1980 - Reprodução/Twitter
Martin Birch foi engenheiro de som e produtor de clássicos dos anos 1970 e 1980 Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

10/08/2020 15h25

Quando o Deep Purple gravou o riff clássico de "Smoke on the Water", em dezembro de 1971, quem estava na sala comandando a mesa de som era o britânico Martin Birch. Nesta posição, ele ajudou a dar luz a clássicos de bandas como Iron Maiden, Black Sabbath e Fleetwood Mac, entre outros.

Ontem o produtor aposentado morreu aos 71 anos. A causa da morte ainda não foi revelada

A notícia foi dada primeiramente por David Coverdale, que foi do Deep Purple e lidera até hoje o Whitesnake.

É com o coração pesado que eu soube que meu amigo querido e produtor Martin Birch morreu. Martin teve papel importante na minha vida. Me ajudou na primeira vez, quando fizemos 'Slide it In'. Pensamentos e orações para sua família, amigos e fãs."

Birch começou a carreira como engenheiro de som, registrando as gravações de Jeff Beck, Fleetwood Mac e o Deep Purple, com quem esteve de 1969 a 1977.

No álbum "Machine Head", que tem o clássico "Smoke on the Water", era engenheiro e auxiliou na mixagem, já que a banda assinou a produção - função que comanda as ações no estúdio, desde a composição à gravação.

Birch fez álbuns solo de Jon Lord, tecladista do Purple, trabalhou com Wishbone Ash e passou a ter mais poder nas mãos ao assinar como produtor do Rainbow, banda do guitarrista Ritchie Blackmore, quando ele deixou o Deep Purple. O mesmo aconteceu com o Whitesnake.

Em tempos analógicos, Birch ajudou a definir o som do hard rock e do heavy metal dos anos 1970 e 1980. Se trabalhou com o vocalista Ronnie James Dio no Rainbow, aproveitou para pular com Dio para o Black Sabbath, produzindo os elogiados "Heaven and Hell" e "Mob Rules". Tony Iommi, guitarrista do Sabbath, lamentou:

Muito chocado com a triste notícia da morte de Martin Birch. Martin era um cara amável e um grande produtor. Sentiremos sua falta profundamente."

Para os brasileiros, que tem um amor especial pelo Iron Maiden, basta dizer que Birch foi o produtor de simplesmente todos os álbuns da banda desde o segundo, "Killers", até o começo da década de 1990.

Birch se aposentou com missão cumprida depois da produção de "Fear of the Dark", de 199, que marcou o fim da primeira fase do vocalista Bruce Dickinson no Iron Maiden.

A primeira vez que vi o Iron Maiden trabalhar, fiquei seduzido pela sua energia e atitude. Era raro bandas com tanta energia. Eles me lembravam o início do Deep Purple."

O cara era tão querido e respeitado, que virou música.

O Deep Purple fez "Hard Lovin' Man", do disco "Deep Purple In Rock", para o produtor.

Apesar de ser um cara que ficava 'escondido' no estúdio, ele aparece em vídeo no clipe de "Holy Smoke", do Iron Maiden.