PUBLICIDADE
Topo

Novo livro mostra Edward inseguro e ansioso, diz autora de 'Crepúsculo'

A escritora Stephenie Meyer lança "Sol da Meia-Noite", novo livro de "Crepúsculo" - Getty
A escritora Stephenie Meyer lança 'Sol da Meia-Noite', novo livro de 'Crepúsculo' Imagem: Getty

Do UOL, em São Paulo

03/08/2020 11h33

Stephenie Meyer se sentiu "muito ansiosa" escrevendo "Sol da Meia-Noite", livro que reconta a história do primeiro volume da saga "Crepúsculo" do ponto de vista do vampiro Edward Cullen. O volume chega às livrarias do Brasil em 4 de agosto.

Edward é um personagem muito ansioso. Escrever do ponto de vista dele me fez ficar mais ansiosa, o que foi um dos motivos pelos quais foi tão difícil habitar esta história. A ansiedade dele, combinada com a minha, se tornou potente. Talvez ele comece confiante, mas está totalmente quebrado no final. Bella o quebra em pedacinhos. Eu acho que, em 'Crepúsculo', ele parece forte e muito seguro de si, mas este nunca foi o caso."
- Stephenie Meyer para o "The New York Times"

O processo de escrever "Sol da Meia-Noite" foi tão difícil, de fato, que Meyer não pensa em continuar contando a história da saga sob o ponto de vista de Edward. Segundo ela, uma versão de "Lua Nova" narrada pelo vampiro seria "um pesadelo de depressão e vazio".

As melhores partes de escrever foram, sem dúvida, as cenas em que Bella não estava presente. Nelas, eu não estava presa a um diálogo e ação específica. Eu me senti mais livre para encarnar Edward, e ele poderia ser ele mesmo. Acho que alguns fãs vão acabar mudando de opinião sobre determinados personagens, não só porque Edward passa um tempo sozinho com eles, mas também porque ele está sempre lendo as suas mentes."
- Stephenie Meyer sobre os destaques de "Sol da Meia-Noite"

Meyer também comentou sobre um possível elemento abusivo na relação entre Edward e Bella. Ela citou momentos em que Edward é surpreendido seguindo Bella e observando-a dormir após entrar no quarto dela durante a noite, e reconheceu que sua história pode ter trazido memórias dolorosas para algumas pessoas.

É um livro de fantasia, então temos um personagem que não é humano, que não faz parte das normas sociais a que prescrevemos. Ele é diferente. Infelizmente, para alguém que viveu algo terrível [como uma relação abusiva], esta história pode parecer dolorosa. Eu me sinto mal pensando nisso, porque para mim é só uma fantasia, algo que não existe. Eu não tive uma experiência abusiva, então é como se fosse outro mundo."
- Stephenie Meyer sobre relação entre Bella e Edward