PUBLICIDADE
Topo

Any Gabrielly diz que Black Lives Matter abriu olhos contra racismo

A brasileira Any Gabrielly é uma das integrantes do grupo Now United - Reprodução/Instagram
A brasileira Any Gabrielly é uma das integrantes do grupo Now United Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

01/08/2020 09h19

Integrante brasileira do grupo Now United, Any Gabrielly disse, em entrevista ao jornal O Globo, que o movimento Black Lives Matter (vidas negras importam) tem como principal mérito abrir os olhos das pessoas contra o racismo. O movimento ganhou força depois da morte do negro George Floyd por um policial branco que ajoelhou sobre sua cabeça em maio deste ano, em Minneapolis (Estados Unidos)

"O Black Lives Matter foi muito importante para abrir os olhos das pessoas, porque às vezes a gente acha que racismo é só quando vê alguém apanhando na rua, alguém apontando o dedo e chamando de macaco. Isso é racismo, óbvio, mas tudo que a gente vive foi criado numa base racista, o racismo está em tudo o que a gente conhece", disse.

Any Gabrielly tem 17 anos, nasceu em Guarulhos, São Paulo, e está no Now United desde 2017. A artista diz que gostaria de usar a sua influência como uma forma de desconstruir o estereótipo da mulher brasileira negra no exterior.

"É bizarro como a gente é sexualizado lá fora. Teve até gringo que conhecia o termo "mulata", essa palavra que, se você estudar, vai ver que não é legal", disse.

"Eu pergunto muito o que as pessoas conhecem do Brasil, o que elas acham da mulher brasileira. É muito legal poder dizer que o país não é só isso que elas acham, que temos muita cultura, que não é uma selva com um monte de macaco pendurado. É legal ver as pessoas se chocando ao descobrir que não é assim, sendo que isso é tão óbvio para a gente", completou.