PUBLICIDADE
Topo

'Toma': Luísa Sonza diz que feat. com Zaac é o melhor clipe de sua carreira

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

31/07/2020 11h00

Ela ficou semanas no topo com "Braba", lançada há pouco mais de quatro meses. Ele ostentava o número 1 até poucos dias atrás com "Desce Pro Play" e o universal "pa pa pa" do refrão. Luísa Sonza e MC Zaac agora juntam forças em "Toma". A música lançada hoje acaba de ganhar um clipe.

"'Braba' e 'Toma' foram feitas no mesmo acampamento criativo. Aquele dia foi abençoado. Saí com 14 músicas em três dias", relembra Luísa Sonza sobre a imersão que rolou em janeiro em Los Angeles.

A peça que faltava? MC Zaac. O funkeiro, parceiro de gravadora, foi um dos convidados da cantora para a experiência musical. O encontro rendeu.

A gente já tinha gravado uma outra música, mas sentimos que não era a hora ainda e resolvemos esperar. O timbre dele é muito gostoso, eu sempre amei a sonoridade e sempre quis juntar a Luísa pop com o Zaac do funk.

Coreografia nível hard

Luísa Sonza clipe - Kendy Higashi/Divulgação - Kendy Higashi/Divulgação
Imagem: Kendy Higashi/Divulgação
"Toma" é um pop funk com elementos dos anos 2000, na definição dos próprios criadores. Luísa entra com a voz poderosa e a performance, Zaac com umas pitadas de funk, hip-hop e seu timbre inconfundível.

"Eu fiz a música pensando no clipe. Pensei até nas cores. O Zaac de verde, eu de rosa. O clipe estava inteiro na minha cabeça. Ficou do jeitinho que eu queria, toda a proposta", conta Luísa.

Sem titubear, ela classifica "Toma" como o vídeo favorito de toda sua carreira, mesmo com equipe e dançarinos reduzidos por conta das restrições sanitárias em meio à pandemia.

É meu melhor clipe até agora Luísa Sonza sobre "Toma"

Outro destaque de "Toma" é a coreografia. "É minha coreografia preferida até agora, de todas as minhas músicas. Ela não é fácil, é pra malhar a perna. Estou com as coxas enormes de tanto que eu dancei."

Já MC Zaac brinca que não pode colaborar muito na coreografia —"danço que nem um Robocop"—, mas trouxe sua experiência depois de feats poderosos com Anitta ("Vai Malandra"), Tyga ("Desce Pro Play"), J Balvin ("Bola Rebola") e até a sueca Tove Lo ("Are You Gonna Tell Her?").

Todas essas músicas que estou participando tem muito da minha verdade. Eu vou muito pelo beat e tento botar o meu flow em cima. Está dando muito certo MC Zaac sobre o momento hitmaker

Princesinha braba

Luísa Sonza e Zaac - Kendy Higashi/Divulgação - Kendy Higashi/Divulgação
Imagem: Kendy Higashi/Divulgação
Cores. dança, performance. Luísa Sonza entrega tudo. Mas de onde veio tanta inspiração?

Eu amo k-pop e tenho me inspirado muito. O clipe é uma mistura. Tem um pouco de anime também. Estou nessa era meio princesinha meio braba, então estou misturando esses dois universos e o clipe traz bastante isso.

MC Zaac também não tem medo de ousar. A inspiração para emplacar hit atrás de hit vem de todos os lados.

Eu ouço de tudo mesmo. De funk a MPB, passando por rock. Minha playlist tem até Frank Sinatra. Eu gosto muito do momento de criação.

Quarentena produtiva

Com "Toma", Luísa Sonza chega a sua quarta música lançada no período de reclusão. A primeira foi "Braba", em março, passando pelas colaborações com Dilsinho em "Não Vai Embora", em maio, e com Vitão em "Flores", em junho.

Luísa diz ter muita música pronta, inclusive em inglês e espanhol. As novas canções devem marcar os primeiros passos rumo à carreira internacional.

Um disco novo também já está no forno e ela já está cheia de planos para o ano que vem, inclusive com agenda lotada por causa dos adiamentos e show já marcado no México.

MC Zaac não fica atrás. No papo com os jornalistas, que rolou ontem via vídeochamada, o funkeiro cogitou até mais uma música com Luísa, dessa vez uma música dele com colaboração dela.

"Eu quero ir pra onde a música me levar. Os feats estão muito em alta e eu amo fazer. Onde couber a voz do Zaac eu canto e ainda tem muita coisa pra sair. Aguardem."