PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Ellen diz que corrigirá problemas após denúncias de abuso no seu programa

Ellen DeGeneres - AFP
Ellen DeGeneres Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 18h50

A humorista Ellen DeGeneres se pronunciou pela primeira vez desde que o seu programa, "Ellen DeGeneres Show", vem sendo investigado após denúncias de abuso moral contra ex-funcionários.

A apresentadora tomou responsabilidade, já que o projeto leva o seu nome, e insistiu que vai fazer de tudo para "corrigir os problemas".

"À medida que crescemos, não consegui ficar em cima de tudo e confiei nos outros para fazerem o trabalho que eu gostaria que eles fizessem. Claramente, alguns não [fizeram]. Agora isso vai mudar e estou comprometida em garantir que isso não aconteça novamente."

Ellen ainda disse que está muito decepcionada com o que houve porque prometeu, na primeira reunião com a equipe, que o programa teria um ambiente de felicidade e todos seriam tratados com respeito.

A comediante apontou que há pessoas que trabalham para ela que estão "falando em meu nome e deturpando quem eu sou" e que isso vai ter que parar.

"Tenho muito orgulho do trabalho que fazemos e da diversão e alegria que todos ajudamos a divulgar no mundo. Quero que todos em casa amem o nosso programa e quero que todos que que trabalham gostem dele.

Mais uma vez, sinto muito por quem não teve essa experiência. Se não fosse a covid, eu teria feito isso pessoalmente e mal posso esperar para voltar ao palco e ver todos vocês.

A polêmica começou quando o site "BuzzFeed" revelou que existe, longe dos olhos do público que acompanha o programa liderado por Ellen DeGeneres, uma cultura tóxica de trabalho.

A publicação entrevistou dez funcionários antigos e um atual, que alegaram ter enfrentado ou presenciado racismo, intimidação pelos produtores e bullying.

Nos últimos seis meses, várias denúncias contra produtores do show foram publicadas nas redes sociais.

Entretenimento