PUBLICIDADE
Topo

'Todo Mundo Em Pânico': Marlon Wayans chama irmãos Weinstein de 'malignos'

Marlon Wayans escreveu "Todo Mundo em Pânico" com o seu irmão Shawn - Divulgação
Marlon Wayans escreveu "Todo Mundo em Pânico" com o seu irmão Shawn Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

08/07/2020 23h08

Vinte anos após o início da franquia "Todo Mundo Em Pânico", Marlon Wayans falou à revista Variety sobre sua experiência trabalhando com os irmãos Bob e Harvey Weinstein, donos do estúdio em que produziu os filmes.

"Eles não são as melhores pessoas, nem as mais gentis, para ter como parceiros de negócios. Eles são um regime maligno, acho. Fazem o que quiserem e como quiserem — isso pode ser rude e bem desrespeitoso. Não conseguíamos chegar a um acordo, era tipo 'se você não quer pagar pelas piadas, arrume outra pessoa'.'"

Marlon escreveu o roteiro dos três primeiros filmes com seu irmão, Shawn Wayans. Ele relembra quando foi demitido da franquia, após escrever o roteiro do terceiro.

"Nós descobrimos na véspera de Natal que eles escolheram outra pessoa para ["Todo Mundo Em Pânico 3"]. Provavelmente teríamos conseguido processá-los, mas uma parte de nós ficou tipo: 'tudo o que vocês podem fazer é nos deixar criar algo novo'. Eu poderia escrever um livro sobre isso, honestamente. Eles definitivamente ainda nos devem dinheiro, muito dinheiro."

Wayans também relembrou as críticas que o filme recebeu na estreia. Ele disse não se importar, porque o público gostou.

"As pessoas literalmente preenchiam os corredores, e você conseguia ouvir a risada de fora do cinema. Como a maioria dos nossos filmes, a crítica detestou. Sempre detestam, mas sabe, a comédia é subjetiva. Não digo que os críticos estão certos ou errados, mas só não é o tipo de comédia deles. O trabalho deles é criticar. Mas o nosso público, 20 anos depois, ainda está rindo. Não tentamos fazer um filme, tentamos fazer um clássico. E mesmo que você não entenda na hora, é uma coisa que você volta a assistir e pensa 'cara, isso era engraçado'."

Filmes e séries