PUBLICIDADE
Topo

'High School Musical': diretor diz que Ryan é gay e se assumiu na faculdade

Ryan (Lucas Grabeel) em "High School Musical 3: Ano de Formatura" - Reprodução
Ryan (Lucas Grabeel) em 'High School Musical 3: Ano de Formatura' Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

30/06/2020 15h29

O diretor Kenny Ortega, que assinou a trilogia "High School Musical" para a Disney, confirmou à Variety que ele e o time criativo da franquia pensavam no personagem Ryan (Lucas Grabeel) como um jovem gay, e especulou que ele "provavelmente se assumiu quando começou a faculdade".

O personagem, que é irmão gêmeo de Sharpay (Ashley Tisdale) na trama da trilogia, já era lido como LGBTQ+ por muitos fãs. "Para nós, ele não estava pronto para se assumir ainda, mas deixamos claro na tela quem ele era", comentou.

Ortega ainda especulou que a Disney provavelmente não permitiria que Ryan se assumisse em "High School Musical", cujos filmes foram lançados entre 2006 e 2008. "Eu acho que não era possível naquela época, para ser honesto — e a Disney é um grupo de pessoas muito progressista", disse.

"Eu fiquei preocupado quanto a isso, porque era um filme para crianças e famílias, e a Disney não estava pronta para cruzar essa linha ainda. Então eu simplesmente fiz escolhas com o personagem que deixaram isso óbvio, sem deixar isso explícito", brincou.

Ortega ainda disse que acredita que os espectadores LGBTQ+ perceberam suas "dicas" e se identificaram com o personagem. "Eu preciso te dizer: milhares de jovens já vieram me dizer que, se não fosse por 'High School Musical', eles não teriam conseguido se sentir confortáveis na própria pele", contou.

"Eu acho que houve tanto progresso desde aqueles anos, e hoje em dia podemos dizer com todas as letras o que somos, e as pessoas não ficam tão assustadas quanto antes. Antes, elas diriam: 'Oh, não! O que ele está tentando dizer às nossas crianças?'", completou.

Filmes e séries