PUBLICIDADE
Topo

Cleo: 'Pabllo é um marco na cultura pop'. Ela está certa? Provamos que sim!

Cleo Pires e a amiga Pabllo Vitar - Reprodução/Instagram
Cleo Pires e a amiga Pabllo Vitar Imagem: Reprodução/Instagram

Arthur Belotto

Do UOL, em São Paulo

26/06/2020 04h00

Cleo nem titubeou:

Para mim, um marco na cultura pop LGBTQ+ é a Pabllo Vittar

O depoimento da atriz e cantora prova que a drag queen mais famosa do Brasil foi (e continua indo) longe demais.

Os clipes, as músicas e, principalmente, a cena de novos artistas que ela movimentou e movimenta é incrível
Cleo

E para provar que a Cleo está certa, fizemos uma lista mostrando que Pabllo é um ícone, sim!

Lendária!

Com "Amor de Que", a cantora maranhense garantiu o posto de drag queen mais ouvida no Spotify. Ela é também a drag mais seguida do Instagram. Fica pra próxima, RuPaul!

Recordes e mais recordes

Em 2019, ela se tornou a primeira artista brasileira a se apresentar no MTV Europe Music Awards (EMA). E ainda recebeu o título de Melhor Artista Brasileiro em 2019.

No mesmo ano, Pabllo fez mais história. Foi a primeira atração brasileira da Parada LGBTQ+ de Orlando e se apresentou na sede da ONU, em Nova York, em homenagem ao aniversário de 93 da Rainha Elizabeth II, da Inglaterra.

Explosão da arte drag no país

Pabllo levou a arte drag para novos patamares e tornou-se uma diva como nenhuma outra. Algo que antes estava limitado à comunidade LGBTQ+, de repente estava na boca do povo. Teve Pabllo na novela, no Faustão, nas rádios, no Carnaval e até no Rock in Rio.

Reconhecimento

A revista americana TIME apontou Pabllo como uma das dez líderes da próxima geração e disse que a "drag queen brasileira está fazendo uma tempestade no mundo pop". Quem concorda, respira!