PUBLICIDADE
Topo

Lollapalooza 2020 é cancelado nos EUA e será substituído por 4 dias de live

Letreiro com o nome do Lollapalooza brilha em Chicago - Seth McConnell/The Denver Post via Getty Images
Letreiro com o nome do Lollapalooza brilha em Chicago Imagem: Seth McConnell/The Denver Post via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/06/2020 23h46

O Lollapalooza 2020 teve seu cancelamento anunciado hoje por Lori Lightfoot, prefeita de Chicago. Os organizadores decidiram substituir o evento com uma live que durará quatro dias, de 30 de julho a 2 de agosto.

Eles prometem que a transmissão incluirá música ao vivo e filmagens dos anos 1990 que nunca foram vistas antes. A programação completa será anunciada em algum momento do mês de julho.

O Lolla teve sua primeira edição em 1981; por isso, a ideia é compensar o cancelamento deste ano com um evento mais grandioso em 2021, quando o festival completará 30 anos.

"A saúde e a segurança dos nossos fãs, artistas, parceiros, funcionários e comunidade sempre será nossa maior prioridade. Nós trabalharemos duro nos bastidores para entregar a Chicago uma celebração espetacular do aniversário de 30 anos do Lolla em 2021", disse o comunicado.

O festival ainda não tinha tido seu line-up anunciado; a revelação foi adiada no fim de março e ainda não foi feita, de modo que não é possível prever quais artistas podem cantar na live.

Como é de se imaginar, o motivo do cancelamento do Lolla 2020 é o novo coronavírus, cuja pandemia ainda preocupa os Estados Unidos e outros países, como o Brasil.