PUBLICIDADE
Topo

Caio Coppolla, da CNN, já tentou carreira na música como 'Oasis brazuca'

Caio Coppolla nos tempos de Mirandous - Reprodução
Caio Coppolla nos tempos de Mirandous Imagem: Reprodução

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

14/05/2020 13h07

Além de ser bacharel em direito e comentarista político da CNN Brasil, com passagem pela Jovem Pan, Caio Coppolla também tem uma trajetória na música. Para quem não sabe, a nova estrela do conservadorismo brasileiro é cantor, compositor e tem fortíssimas influências do rock inglês dos anos 1990 e 2000, de bandas como Oasis e Arctic Monkeys.

Não é novidade, mas muita gente está descobrindo isso só agora, depois que o vídeo abaixo voltou a circular nas redes

'Oasis brazuca'

O grupo em questão, liderado por Caio, se chama Mirandous. Foi formado em 2014 por ele (voz, guitarras e composições), Rodrigo Moura (baixo) e Ique Schmitt (bateria). Publicou músicas entre 2015 e 2016 e não está mais na ativa. Se você é um leitor costumeiro do UOL, talvez recorde que, em 2015, a banda foi assunto no blog "UOL Música", que a classificou como "Oasis brazuca".

Clipes bem produzidos

Quando apareceu no UOL, Caio estava lançando o vídeo de "Rock 'n' Roll Dreamer", estrelado pela modelo paulista Camila Lops e coreografado pela premiada bailarina Patricia Bergantin. Assinado pela produtora Glow, o clipe conta a história de um sonhador que é levado por uma musa a passeios pelo subconsciente. Uma pegada "lóki" psicodélica —liberal na economia, mas não muito nos costumes.

Caio destrinchou na época o conceito da música

Ela fala de escapismo. E não há forma melhor de escapar dos problemas da vida do que mergulhando fundo em si mesmo. Todos temos um rico universo dentro de nós, que vem à tona por reflexões, sonhos e toda forma de expressão da mente.

Rock inglês

Segundo o post publicado no blog "UOL Música", eram inegáveis e explícitas as influências do rock inglês no trabalho do comentarista político, hoje com 32 anos. "O grupo herdou muito da sonoridade das décadas passadas, com letras que traduziam o inconformismo inerente ao rock e ao punk", publicou o UOL.

Começou a usar "Coppolla" na música

Caio já esclareceu no programa "Morning Show", da Jovem Pan, que resgatou o sobrenome Coppolla da mãe, que tem origem italiana, para se lançar artisticamente. Seu nome de batismo é o pouco sonoro Caio de Arruda Miranda —e daí veio a inspiração para batizar a banda com a corruptela "Mirandous".

Influência até no sotaque

A influência do rock inglês é tão forte para Caio, especialmente de bandas de Manchester, que até o sotaque da cidade que revelou o Oasis ele procurava reproduzir em suas músicas autorais. Na Jovem Pan, já afirmou que entre seus roqueiros favoritos estão Noel Gallagher, Dave Grohl e Alex Turner (líder do Arctic Monkeys). Isso está muito claro.

Também é fã de Michael Jackson

O vídeo mais assistido do canal do Mirandous no YouTube não é autoral, mas o de "Beat it", de Michael Jackson, cuja versão original conta com solo de Eddie Van Halen. A versão de Caio é bem diferente, voz e violão, uma espécie de cruzamento entre a melodia rei do pop, a voz de Alex Turner e o clima de boteco de Emmerson Nogueira.


A carreira de Caio no Mirandous, por sinal, já rendeu episódio no canal 'Galãs Feios', cheio de sarcasmo por parte dos apresentadores

Mas nós não vamos forçar sua opinião. Veja os vídeos e tire sua própria conclusão sobre o Mirandous