PUBLICIDADE
Topo

Chris Hemsworth conta que perdeu papéis em X-Men e G.I. Joe antes de Thor

Chris Hemsworth na capa da revista GQ Austrália - Divulgação
Chris Hemsworth na capa da revista GQ Austrália Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/05/2020 21h33

Prestes a interpretar o personagem Thor nos cinemas pela quarta vez, Chris Hemsworth se vê em um novo momento de sua carreira. O ator australiano contou como tem passado o período de isolamento social com a família, que o obrigou a desacelerar sua agenda de trabalho e relembrou papéis que perdeu antes de virar uma das estrelas dos filmes da Marvel.

Até o momento, o início das gravações de "Thor: Amor e Trovão" está programado para o segundo semestre deste ano. Hemsworth interpretou o personagem pela primeira vez nos cinemas em 2011 e segue para o quarto filme da saga.

Antes disso, o ator revelou que fez testes sem sucesso para papéis em "X-Men" e "G.I. Joe" e chegou a pensar que sua carreira nunca iria decolar.

"Eu tinha sete ou oito ligações de retorno e pensei que um deles iria dar. Mas então nenhum deles aconteceu e, de repente, pensei: 'é isso, não consegui novamente'. Mas então Thor apareceu. Se eu tivesse conseguido um desses papéis anteriores, não teria Thor", revelou em entrevista para a revista GQ Austrália.

Com a pandemia do novo coronavírus pelo mundo, Hemsworth se viu obrigado a dar uma pausa em sua carreira.

"É provavelmente a primeira vez em 10 anos que não sei o que vou fazer nos próximos seis meses. Eu não tenho tudo planejado. Até certo ponto, é bom não ter um cronograma, mas o desconhecido e a incerteza são intimidantes", analisou.

Ele estava no meio das gravações da série Limitless, da National Geographic quando as produções foram interrompidas.

"Passei provavelmente 15 anos no que parecia uma maratona, uma carga de trabalho constante", diz ele.

A pausa também fez o ator refletir sobre seus valores e sua presença na criação dos filhos.

"Muita energia foi direcionada para isso e, ao ter filhos ao mesmo tempo, tenho tentado constantemente encontrar o equilíbrio. Eu realmente ansiava por mais quietude e senti uma necessidade definitiva de desacelerar. Não ter um cronograma na minha frente me fez reposicionar meus valores e o que é importante, e acho que a maioria das pessoas está tendo esse tipo de pensamento agora", declarou.

Filmes e séries